quarta-feira, 22 de março de 2017

EU NA REPORTAGEM DO MTTV

Ontem passou a reportagem MTTV,  mas gravaram na 2ª feira, gostei do Reporter, muito GATO e simpático, quase pedi o número do celular, mas a educação impediu, postando na net, que o REPORTER GATO EDUCADO E SIMPÁTICO, chamou minha atenção.



http://g1.globo.com/mato-grosso/mttv-1edicao/videos/t/edicoes/v/especialistas-explicam-a-relacao-entre-macacos-e-a-febre-amarela/5741905/

segunda-feira, 20 de março de 2017

EFEITOS DA SALMONELA, NO ORGANISMO, POR CAIO ROSENTHAL E DRAUZIO VARELA

DE ACORDO A PF, FOI ENCONTRADO NA CARNE DE 3 FRIGORIFICOS, E QUE PODEM CAUSAR PROBLEMAS DE SAÚDE, MAS O RISCO É SOMENTE QUANDO OS ALIMENTOS SÃO INGERIDOS CRUS, COMO OVOS CRUS, MAIONESES, LEITE, SEM O DEVIDO PROCEDIMENTOS DE LIMPEZA.
A MAIORIA DOS FRIGORÍFICOS TEM PROCEDIMENTO DE QUALIDADE, QUE FAZ DA CARNE, QUASE INUME A ESSA BACTÉRIA. PORÉM VAMOS TOMAR OS CUIDADOS NECESSÁRIOS.
ALGUMAS REPORTAGEM SOBRE O ASSUNTO:

13/06/2011 18h45 - Atualizado em 16/06/2011 16h19

Contra a salmonela, tanto faz fritar ou cozinhar o frango ou ovo, diz médico

Infectologista Caio Rosenthal respondeu a perguntas da web sobre o tema.
Médico também falou sobre campanha contra sarampo neste sábado (18).

Do G1, em São Paulo
Salmonela e sarampo foram os dois assuntos comentados pelo infectologista Caio Rosenthal também após o Bem Estar desta segunda-feira (13). Segundo o médico, tanto faz fritar ou cozinhar o frango ou o ovo, desde que eles não sejam consumidos crus.
Ao ar livre, a salmonela não consegue se alimentar e sobrevive pouco. Ela prefere ficar no intestino de aves, como frango, pato e peru, e nos ovos desses animais.
Rosenthal também explicou que o soro do frango pode conter essa bactéria. E deixar a carne exposta ao sol ou ao calor pode aumentar os riscos de proliferação. Por outro lado, temperá-la com vinagre ou limão e deixá-la resfriada acaba diminuindo o número desses micro-organismos. Além disso, o ato de cozinhar, fritar ou assar o alimento contribui para matar os restantes.
Quando temperado para ser consumido mais tarde, o frango deve ficar na geladeira e não entrar em contato com ovos crus ou outras carnes, para evitar a contaminação cruzada. Rosenthal destacou que a pele do frango contém muito colesterol, mas o restante do animal é mais saudável que a carne bovina.
A faca para cortar o frango pode transportar bactérias, por isso é importante lavá-la com água e sabão e, a cada mudança de preparo de produtos, higienizá-la novamente. Além disso, o frango comprado em partes, por quilo, é menos seguro – a não ser que o consumidor saiba a origem dele.
Quanto aos ovos, não precisam ser lavados antes de irem para a geladeira. Em viveiros, as aves podem transmitir tuberculose entre si, mas a maioria dos tipos dessa doença não é patogênica para os humanos. O maior risco, nesses ambientes, é de mutação de vírus de gripes e resfriados.
http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2011/06/contra-salmonela-tanto-faz-fritar-ou-cozinhar-o-frango-ou-ovo-diz-medico.html


botulismo-destaque1Salmonelose é uma infecção transmitida por inúmeras espécies diferentes de salmonelas, bactérias gram-negativas da família Enterobacteriaceae.
Essas bactérias são transmitidas pela ingestão de alimentos crus ou mal cozidos contaminados por fezes. Os que oferecem maior risco são as carnes em geral, especialmente a carne das aves (frango, pato, peru, etc.), ovos, leite não pasteurizado e seus derivados e a água.
Os tipos mais comuns de salmonelas (entre eles a Salmonella enteriditis) causam gastrenterite (inflamação da mucosa intestinal) e enterocolite aguda. O período de incubação varia de 8 a 48 horas após a pessoa ter ingerido alimento ou líquidos contaminados.

Sintomas
Os principais sintomas são febre, dor de cabeça, náuseas, vômitos, falta de apetite, cólicas e diarreia, que pode ter ou não sinais de sangue. A intensidade varia de uma pessoa para outra.

Diagnóstico
O diagnóstico leva em conta a história do paciente, seus hábitos alimentares, os alimentos que ingeriu nas últimas refeições e o resultado do exame de cultura nas fezes.
É de extrema importância fazer o diagnóstico diferencial para afastar a possibilidade de moléstias, como a gastrenterite viral, colite ulcerativa, disenteria amebiana, entre outras, que apresentam sintomas semelhantes.
Uma vez constatados vários casos de infecção por salmonela transmitida por alimentos contaminados, a Vigilância Sanitária deve ser informada.

Tratamento
Geralmente, a gastrenterite por salmonela é uma doença autolimitada. A proposta do tratamento é aliviar os sintomas e manter o doente bem hidratado. São raros os casos que evoluem para bacteremia, isto é, em que as bactérias escapam do intestino, se espalham pela corrente sanguínea e afetam outros órgãos. Nessas situações, o esquema terapêutico inclui o uso de antibióticos.
Crianças mal nutridas, idosos, pessoas imunodeprimidas ou portadoras de anemia falciforme correm risco maior de desenvolver complicações.

Recomendações
* Lave as mãos com frequência, especialmente antes das refeições e de prepararas refeições;
* Evite consumir alimentos à base de carne crua ou mal passada, nem mesmo os industrializados;
* Redobre a atenção com o preparo e cozimento da carne de frango e galinha;
* Tenha cuidado com os ovos, que devem ser bem cozidos. Lembre-se de que pratos, como a maionese feita em casa, por exemplo, incluem a adição de ovos crus como ingrediente;
* Beba só leite pasteurizado ou fervido;
* Lave bem verduras, legumes e frutas. Deixe-os mergulhados em água com hipoclorito de sódio ou uma colher de chá de água sanitária;
* Lave bem os utensílios de cozinha, especialmente quando usados na preparação de carnes cruas;
* Mantenha os ovos sob refrigeração.

BRF contesta PF sobre presença de Salmonella e papelão na carn


Empresa foi um dos alvos da Operação Carne Fraca
Empresa foi um dos alvos da Operação Carne Fraca Foto: PAULO WHITAKER/ 17.03.2017 / REUTERS
O Globo




A BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, divulgou, neste sábado, nota sobre a Operação Carne Fraca da Polícia Federal, contestando a presença de papelão e da bactéria Salmonella em seus produtos. De acordo com a nota da BRF, houve um equívoco na interpretação do áudio capturado pelos investigadores. A empresa sustenta que o funcionário gravado, ao mencionar o papelão, estava se referindo às embalagens do produto e não ao seu conteúdo. A BRF afirma ainda que esse produto é normalmente embalado em plástico e que, na frase seguinte, o empregado “deixa claro que, caso não obtenha a aprovação para a mudança de embalagem, terá de condenar o produto, ou seja, descartá-lo”.



A fabricante diz ainda sobre a presença de Salmonella na carne que “existem cerca de 2.600 tipos da bactéria comum em produtos alimentícios de origem animal ou vegetal, e complementa que todos os tipos são facilmente eliminados com o cozimento adequado dos alimentos”. Em relação ao caso da bactéria encontrada em produto enviado à Itália, a BRF esclareceu que, segundo regulamento para controle da Salmonella da União Européia, os produtos in natura não podem conter dois tipos de Salmonella: SE e ST (Salmonella Enteritidis e Salmonella Typhimurium). Mas a empresa argumenta que o tipo de Salmonella encontrado em alguns lotes dos quatro contêineres é o Salmonella Saint Paul, que é tolerado pela legislação europeia para carnes in natura “e, portanto, não justificaria a proibição de entrada na Itália”.

Em relação à prisão do executivo Roney Nogueira dos Santos, a empresa ressalta que ele se apresentou às autoridades brasileiras, na manhã deste sábado, vindo da África do Sul, onde estava a trabalho, para prestar os esclarecimentos necessários. A BRF informou que “está acompanhando as investigações e dará todo o suporte às autoridades”.

Sobre a interdição da fábrica de Mineiro, em Goiás, a empresa afirma que a unidade é produtora de frango e peru, e que a última inspeção do Ministério da Agricultura ocorreu entre os dias 25 e 28 de fevereiro.
Por fim, a BRF manifestou apoio à fiscalização do setor e ao direito de informação da sociedade “com base em fatos, sem generalizações que podem prejudicar a reputação de empresas idôneas e gerar alarme desnecessário na população”


Leia mais: http://oglobo.globo.com/oglobo-21082774#ixzz4buKgJhDP


http://extra.globo.com/noticias/economia/brf-contesta-pf-sobre-presenca-de-salmonella-papelao-na-carne-21082792.html

ACIDO ASCORBICO, USADO NA CARNE PARA CONSERVA-LA POR MAIS TEMPO

Este ácido é usado como CONSERVANTE em vários produtos, também como usado em Cosméticos e Medicamentos. Mas o seu maior efeito é o que conhecemos, retardamento do envelhecimento. 

Sendo assim, na carne, o EFEITO É AUMENTAR O PRAZO PARA CONSUMO. 

O que pesquisei é sobre o EFEITO DO ACIDO ASCORBICO NO ORGANISMO:

O que é o ácido ascórbico 

ácido ascórbico é o nome químico da vitamina C e é como ela é chamada quando é usada na composição de produtos cosméticos. Com a sua molécula diferenciada para aumentar a sua estabilidade química, ele pode ser denominado de fosfato de ascórbica, palmitato de ascorbila, ascorbila glucoside.
O ácido ascórbico, diferente do ácido hialurônico, não existe naturalmente em nossa pele. Mas sua versão sintética, isto é, produzida em laboratório, é utilizada para prevenir o fotoenvelhecimento da pele e estimular a produção de colágeno.

Indicações do ácido ascórbico

O ácido ascórbico tem ação antioxidante, combatendo os radicais livres e assim prevenindo e retardando o envelhecimento. Outra função dele é estimular a produção de colágeno da pele, reduzindo a flacidez. Além disso, ele atua nos melanócitos, células que guardam a melanina, uniformizando a cor da pele.

O ácido ascórbico protege a pele em suas camadas mais profundas. Seus efeitos de fotoproteção incluem diminuição de eritema (vermelhidão), diminui alterações em nível celular e DNA, reduz também o aparecimento de manchas, diminui o câncer de pele e o envelhecimento.
Por isso o ácido ascórbico é utilizado para prevenir os danos causados pela exposição à radiação ultravioleta e é aplicado em muitos produtos cosméticos pós-sol. Também é usado em tratamentos anti-aging, para estímulo na síntese de colágeno, no tratamento de melasma, estrias brancas e eritemas pós-operatório tratados com laser.



domingo, 19 de março de 2017

7 exercícios eficazes para perder a papada

A dobradinha alimentação saudável — atividade física regular não deve se aplicar apenas a glúteos, bíceps e peitoral. Ela vale também para o rosto, pois, com a idade, nossa face perde a elasticidade e a beleza.
Por esse motivo, o Incrível.club divide com você os melhores exercícios, que, de acordo com especialistas, podem fazer com que o rosto fique belo e tonificado por mais tempo.

Aqueça os músculos

Assim como em qualquer treinamento, é preciso fazer um aquecimento antes para preparar os músculos da face. Faça movimentos com seu maxilar inferior, mova-o para a frente e para trás, para a direita e para a esquerda. Todos os movimentos devem ser suaves e não abruptos. Basta repetir este exercício de oito a 10 vezes.

1. Faça concha


Abra a boca e segure seu lábio inferior com os dentes inferiores. Imagine como se você tivesse de preencher a boca com água, usando apenas o maxilar inferior. Abaixe a cabeça, realize o movimento como se estivesse enchendo a boca de água, levantando a cabeça para trás. É importante que as extremidades dos lábios estejam completamente relaxadas. Repita de cinco a sete vezes.




O músculo milo-hióideo (base da boca) se não exercitado provoca a formação do queixo duplo, portanto, você também deve prestar muita atenção nele. Tire a língua o mais que conseguir e, com ela, tente alcançar a ponta do seu nariz. Os lábios devem estar bem relaxados. Repita cinco vezes.

3. O contorno ovalado perfeito

Para que o contorno do rosto fique perfeito e para tonificar as suas bochechas, faça o seguinte exercício: vire a cabeça para a esquerda e, sentindo uma tensão sobre os músculos do pescoço, mova a mandíbula inferior para frente. Você deve sentir que os músculos do lado esquerdo estão tensos. Agora repita com o outro lado. Faça cinco vezes de cada lado.


4. Beije uma ’girafa’

Imagine que você sentiu vontade de beijar uma girafa (ou alguém muito alto). Levante sua cabeça para cima, mova o maxilar inferior ligeiramente para a frente e os lábios também, como se quisesse alcançar uma girafa imaginária para beijá-la. Se você fizer isso corretamente, deverá sentir uma forte tensão no pescoço. Mantenha a posição por cinco a oito segundos. Repita cinco vezes.

5. Supere a resistência

Neste exercício, você deve colocar dois punhos sob a sua mandíbula. Agora comece a baixar ligeiramente o maxilar inferior, pressionando-a com os punhos e, vencendo a resistência, tencione os músculos. A força da pressão deve aumentar lentamente. Quando você alcançar a tensão máxima, mantenha a posição por três segundos e, depois, relaxe os músculos durante outros três segundos. Repita de cinco a sete vezes.

6. Sorria

Para que o contorno do rosto fique perfeito e para tonificar as suas bochechas, faça o seguinte exercício: vire a cabeça para a esquerda e, sentindo uma tensão sobre os músculos do pescoço, mova a mandíbula inferior para frente. Você deve sentir que os músculos do lado esquerdo estão tensos. Agora repita com o outro lado. Faça cinco vezes de cada lado.

7. Balão furado

Preencha a sua boca de ar, pressione os lábios bem e infle as bochechas. Agora as pressione com as mãos para sentir a tensão muscular. Mantenha a posição por três a cinco segundos, em seguida, solte o ar e relaxe. Repita de cinco a seis vezes.
Fonte ladyformula
for Incrivel.club
Produzido com base em material de fitnesshealthzonehuffingtonpost 
Veja também


https://incrivel.club/inspiracao-dicas/7-exercicios-eficazes-para-perder-a-papada-196910/

sábado, 18 de março de 2017

5 EXERCÍCIOS QUE VÃO TRANSFORMAR SEU CORPO EM APENAS 4 SEMANAS!

A boa notícia é que você pode fazer exercícios bem simples na sua própria casa, sem a necessidade de comprar alguma máquina, como esteira ou bicicleta.

Quanto à alimentação, o segredo é consumir alimentos naturais, muitos vegetais e beber bastante água.

Com a lista de atividades que trouxemos, você pode perder peso em apenas quatro semanas.


Veja:

1. Prancha

Este exercício estático ajuda a fortalecer a musculatura do abdome e dos ombros.

Basta deitar no chão com a barriga para baixo, dobrar os cotovelos na posição de 90 graus, com as mãos e os antebraços apoiados.
Tire todo o corpo do chão, mantendo-o em linha reta da cabeça aos pés.


Segure nesta posição quanto tempo puder.



2. Flexão
Este exercício é popularmente conhecido como “marinheiro”.
Fique na posição de prancha, mas se prepare para empurrar o chão, de maneira que aproxime e afaste o corpo do solo.

Certifique-se de que suas pernas, costas e bumbum estão retos.
Repita o movimento quantas vezes puder.

3. Agachamento
Este exercício define e fortalece a musculatura das pernas e do bumbum, além de ajudar a queimar gorduras.
Deixe os pés na largura dos ombros ou um pouco mais afastados.


Estenda os braços para frente e agache, mantendo o corpo sempre reto.
Durante o agachamento, sua coxa deve ficar o mais próximo do chão possível.


4.    Bird-dog
Este é um exercício bem parecido com a prancha.
A diferença está apenas na posição das mãos e dos joelhos.

Você deve esticar a perna do lado esquerdo, enquanto estica o braço do lado direito, de maneira que fiquem ambos retos.
Segure nessa posição, depois inverta o lado.
Este exercício é muito bom para queimar a gordura e fortalecer a parte inferior das costas

5.    Quadril levantado
Este exercício é perfeito para o bumbum e abdome, costas e coxas.
Deite-se de costas para o chão com os joelhos dobrados e os pés apoiados.

Estenda os braços para os lados, formando um ângulo de 45 graus.
Feito isso, levante o quadril em direção ao teto, o mais alto possível – não deixe de inclinar sua pélvis e apertar os glúteos.
Em seguida, abaixe.
Repita o movimento várias vezes.


Para saber quanto tempo deve realizar cada atividade, siga as instruções abaixo:
1ª e 3ª semana:

1 minuto de prancha
1 minuto de flexões
2 minutos de agachamento
1 minuto de bird-dog
1 minuto de quadril levantado
1 minuto de prancha
1 minuto de flexões
2 minutos de agachamento
Observação: Descanse 10 segundos entre cada exercício.
2ª e 4ª semana:
3 minutos da prancha;
3 minutos de bird-dog
3 minutos de agachamento
1 minuto de flexões
Observação: descanse por 15 segundos entre cada exercício.
Faça estes exercícios seis vezes por semana, com um dia de descanso.
IMPORTANTE!

Pessoas com problema na coluna, hipertensas e cardiopatas só devem fazer estes exercícios com autorizacão médica.

Pesquisa 
https://www.pordentrodasdicasenovidades.net/5-exercicios-que-vao-transformar-seu-corpo-em-apenas-4-semanas/