sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Denúncia contra Deputada CHICA NUNES e Vereador LUTERO foi aceita por unanimidade.


Denúncia contra Deputada e Vereador foi aceita por unanimidade. Veja como votou o relator do Caso Chica Nunes e Lutero Ponce

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso recebeu nesta quinta-feira (22/10) denúncia apresentada contra dez pessoas, entre elas a ex-presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, vereadora Francisca Emília Santana Nunes, a deputada Chica Nunes (DEM) e o primeiro secretário do Legislativo Municipal, vereador Lutero Ponce de Arruda do PMDB, nos autos da Ação Penal nº 84507/2008. O julgamento ocorreu no Plenário 01 do TJMT e o recebimento da denúncia foi à unanimidade.

O relator da ação, desembargador Antônio Bittar Filho, destacou em seu voto a tipificação dos crimes praticados por cada um dos denunciados. Nos termos do relatório, os dois vereadores (Chica hoje é deputada), por serem agentes públicos, deverão responder pela prática de peculato, em tese, por 152 vezes, conforme o artigo 312 do Código Penal, combinada com a causa especial de aumento de pena prevista no artigo 327, §2º (a pena aumenta em 1/3 quando o agente que pratica peculato está em função de direção), e em concurso material com o previsto no artigo 288, caput do CP (formação de quadrilha). Os outros denunciados também responderão por peculato, praticado por 152 vezes e por formação de quadrilha (artigos 312 e 288 do Código Penal).

Ainda conforme o relatório, magistrado destacou que nos anos de 2004, 2005 e 2006 os denunciados se apropriaram de recursos públicos da ordem de R$ 6.260.928,49 (seis milhões, duzentos e sessenta mil, novecentos e vinte e oito reais e quarenta e nove centavos) referentes a 152 contratos de fornecimento de serviços e produtos à Câmara Municipal de Cuiabá. De acordo com a denúncia impetrada pelo Ministério Público Estadual, as empresas contratadas foram constituídas com o objetivo principal de desviar recursos públicos por meio de licitações irregulares, sendo o ardil teria sido comandado pela então presidente da Câmara Municipal, Francisca Emília Santana Nunes, a Chica Nunes.

Durante a sessão plenária, um advogado, representando cinco dos 10 acusados, suscitou questão de ordem argüindo não terem sido eles intimados para o julgamento. Porém, o desembargador relator observou que, em sede de recebimento de denúncia, basta a defesa oral do procurador dos acusados, sem a necessidade de presença do réu, já que este, posteriormente, terá oportunidade de se pronunciar nos autos. A questão foi deferida por maioria da votação e a denúncia foi recebida com votação unânime.

http://matogrossomais.com.br/?p=4204




TJ aceita denúncia contra Chica Nunes
Postado dia 22 de outubro de 2009 às 17:49

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso acaba de aceitar denúncia contra a deputada estadual (DEM) Francisca Emília Santana Nunes, a Chica Nunes, e mais outros envolvidos no caso do desvio de recursos públicos da Câmara de Vereadores de Cuiabá, quando ela foi presidente do Poder Legislativo Municipal.

Neste momento, os desembargadores vão julgar se aceitam ou não a denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa José Geraldo Riva.

18h20 – O julgamento da ação envolvendo o deputado José Riva foi adiado. Ainda não se sabe a data que será julgada.

Mais informações em instantes.


http://matogrossomais.com.br/?p=4189#respond





MEU CORAÇÃO É BRASILEIRO!!!