domingo, 15 de novembro de 2009

O TRIBUNAL DE JUSTICA VAI PARAR UMA SEMANA



Começa nesta segunda-feira, dia 16 de novembro,  a semana de paralisação dos servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso. A decisão foi aprovada em assembléia geral no dia 28 de outubro, com a presença de servidores da capital e do interior.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso (Sinjusmat), Rosenwal Rodrigues, realizou uma série de visitas às comarcas do interior, para se reunir com os funcionários nas cidades-pólo. A intenção é mobilizar a categoria para travar a justiça em todo o Estado.

A reivindicação reúne diversos pontos de desrespeito a direitos adquiridos. Desde o não pagamento de 10 dias de férias, licença prêmio convertida em espécie, não cumprimento na progressão de nível até o pagamento do passivo da Unidade Valor Real (URV), protelado há anos. O que culminou com a decisão da greve foi exatamente o silêncio da atual diretoria do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que se recusa a negociar com os servidores.

“Nós estamos tentando evitar essa paralisação há meses, buscamos todas as saídas jurídicas, recorremos ao Conselho Nacional de Justiça e até agora nada. Essa é a última instância de luta dos servidores, não queremos parar e prejudicar a sociedade, mas infelizmente a instransigência dos administradores do Poder Judiciário não nos deixa outra saída”, afirmou Rosenwal Rodrigues.