Bless Mundi

Bless Cosméticos -MT
Powered by Conduit Mobile

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Brasil chama embaixador de Israel e condena ataque à comboio

SÃO PAULO (Reuters) - O governo brasileiro demonstrou nesta segunda-feira "choque e consternação" com o ataque de Israel a um comboio de navios que levava ajuda humanitária à Faixa de Gaza, e chamará o embaixador israelense no Brasil para manifestar "indignação" com o incidente.

O Ministério das Relações Exteriores afirmou que o representante de Israel será chamado e que o governo brasileiro expressará também preocupação com a cineasta brasileira Iara Lee, que estaria na frota atacada.
"Com choque e consternação, o governo brasileiro recebeu a notícia do ataque israelense a um dos barcos da flotilha que levava ajuda humanitária internacional à Faixa de Gaza", afirmou o Itamaraty em nota.

"O Brasil condena, em termos veementes, a ação israelense, uma vez que não há justificativa para intervenção militar em comboio pacífico, de caráter estritamente humanitário".

A chancelaria brasileira defendeu, mais uma vez, o fim do embargo imposto por Israel à Faixa de Gaza, que limita o acesso de alimentos, remédios e produtos ao território palestino.

No incidente desta manhã, ao menos 10 ativistas pró-palestinos foram mortos quando soldados israelenses atacaram um comboio de navios que levava ajuda humanitária a Gaza.

(Por Hugo Bachega)

Ataque a frota rumo a Gaza gera condenação internacional e temor de revolta violenta

Ataque a frota rumo a Gaza gera condenação internacional e temor de revolta violenta"Refugiada palestina protesta em Beirute contra ação israelense"



O ataque israelense à frota de barcos com ativistas que tentavam furar o bloqueio à Faixa de Gaza nesta segunda-feira aumentou as tensões na região e gerou o temor de uma reação violenta por parte dos palestinos.

O presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, descreveu a ação como "um massacre" e declarou três dias de luto na Cisjordânia. Ele pediu ainda ao Conselho de Segurança da ONU e à Liga Árabe a realização de reuniões de emergência para discutir o incidente.

Ismail Haniya, líder do governo liderado pelo Hamas em Gaza, classificou o ataque como "brutal" e pediu à ONU que intervenha.

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, disse que os organizadores da frota são os responsáveis pelo resultado da ação, mas disse que o governo israelense assumirá as consequências de suas ações e continuará a proteger sua autonomia.

Um analista do jornal israelense Haaretz diz que a hipótese de que o líder árabe-israelense Raed Salah estaria entre os mortos poderia levar, se confirmada, a uma "terceira intifada (revolta popular palestina)".

Manifestações Centenas de pessoas foram às ruas em Nazaré, cidade israelense de maioria árabe, para protestar contra a ação israelense.

Manifestações também aconteceram em outros países. No Líbano, milhares de refugiados palestinos saíram às ruas para protestar. Em Amã, na Jordânia, manifestantes queimaram uma bandeira de Israel pintada com suásticas nazistas.

Na Turquia, dezenas de pessoas se concentraram em frente à casa do embaixador israelense em Ancara. Alguns manifestantes chegaram a tentar invadir o prédio.

Acredita-se que a maioria dos mortos durante a ação israelense era turca.

O Ministério das Relações Exteriores de Israel advertiu os cidadãos do país a não viajarem para a Turquia e para os israelenses já no país a evitarem grandes concentrações de pessoas.

O governo turco chamou a ação israelense de "inaceitável" e convocou o embaixador israelense para discutir o incidente.

'Chocado'
A ação israelense foi condenada por diversos líderes internacionais. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, se disse "chocado" com a ação.

"Estou chocado com os relatos de mortos e feridos em barcos carregados de suprimentos para Gaza", afirmou Ban. "Eu condeno esta violência", disse.

O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa, convocou uma reunião de emergência da organização nesta terça-feira para discutir a ação israelense.

"O ataque indica que Israel não está pronto para a paz. Israel atacou a frota porque se sente acima da lei", disse Moussa. "Não há benefícios em lidar com Israel desta maneira", afirmou.

A ministra das Relações Exteriores da União Europeia, Catherine Ashton, pediu às autoridades israelenses a abertura de um "inquérito pleno" sobre a ação e disse que o bloco reitera seu pedido para que as fronteiras de Gaza sejam abertas à entrada de ajuda humanitária, bens e pessoas.

Muitos dos ativistas a bordo dos barcos eram cidadãos europeus.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

PESQUISA:
http://noticias.br.msn.com/mundo/artigo-bbc.aspx?cp-documentid=24423177

domingo, 30 de maio de 2010

VERDADE OU MENTIRA: Criança nasce com as mãos grudadas trás mensagem para o mundo A Hora Éstá Chegando!!!?

ESTE FATO NÃO É REAL ... É MENTIRA ... UMA LENDA URBANA, NÃO EXISTE, DE TANTO COMENTAREM, CRIOU UMA "FANTASIA" COLETIVA DE ALGUMAS PESSOAS.

http://claudiafanaiadorst.blogspot.com/2011/11/fato-inveridico-foto-montada.html






Criança nasce com as mãos grudadas trás mensagem para o mundo
A Hora Éstá Chegando!
Num hospital público de Itaguaí (RJ) nesse fim de semana que passou, nasceu uma criança com as mãos coladas, como se estivesse orando. Os médicos disseram para os pais que iriam operar as mãos daquela menina iria dar uma anestesia.
A operação foi muito fácil porque parece que as mãos estavam coladas apenas por uma pele. Quando abriram a mão daquela criança... Vocês nem imaginem o que estava escrito... JESUS ESTÁ VOLTANDO! Os médicos começaram a chorar e todos que estavam no hospital. O bairro de Itaguaí está num movimento só.
As pessoas que estavam afastadas da igreja estão voltando e outras aceitando Jesus como unico Salvador. Deus trouxe aquela criança ao mundo somente para transmitir aquela mensagem, depois de algumas horas ela morreu.
E ai... isto aconteceu???


.X.X.X.X.X.X.X.X.X.X.




ESTE E-MAIL FOI UM "MENTIRA" REPASSADA NA INTERNET, NÃO TEM VERACIDADE NENHUMA, POIS FOI DESMENTIDO PELA DIRETORA DO HOSPITAL.


Ana Maria Fonseca, Diretora do Hospital HMSFX, descartou qualquer registro de nascimento de criança com anomalia congênita nos últimos meses, que isto foi criação de alguma pessoa se juízo.


OBSERVAÇÃO:

Crentice populares sempre acontece, quando não se tem informações suficiente para explicar qualquer fato.

Surgem LENDAS onde as pessoas "ingênuas" e/ou "ignorantes" são utilizadas por algum "malandro" para que ele consiga seus intentos, ou também, a total falta de conhecimento, fazendo acreditar no impossível.


TUDO DEVE PASSAR PELA RAZÃO ... A FÉ REMOVE MONTANHAS, QUANDO PASSA PELO CRIVO DA RAZÃO ... FÉ SEM RAZÃO, É BURRICE.

Lembre-se que é por isto que hoje a  Igreja Católica faz um monte de investigações para saber se é VERDADE ou MENTIRA, se tem credibilidade os boatos.

Portanto... tudo deve passar por uma investigação critériosa.


.x.x.x.x.x.x.x.

“Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão face à face, 
em todas as épocas da humanidade”. 

Esclarece Allan Kardec:
“A fé raciocinada que se apóia nos fatos e na lógica, não deixa qualquer obscuridade: crê-se, porque se tem certeza e só se está certo, quando se compreendeu”.

Visitantes observam luz e suspeitam de suposto OVNI na Salgadeira

O Objeto Voador Não Identificado teria surgido no céu de Chapada dos Guimarães na tarde de quarta-feira.
Redação site TVCA com assessoria
  • Assessoria
Ontem, dia 26 de maio, das 17h25m (primeiro registro fotográfico) até as 19h56m, uma estranha luz, em formato de disco horizontal, com reflexos espelhados, surgiu próximo ao Terminal Turístico da Salgadeira. O fenômeno atraiu grande número de curiosos, em sua maioria amantes da ufologia presentes na região de Chapada dos Guimarães. Segundo uma das integrantes da diretoria da Aderco - Associação de Defesa do Rio Coxipó, Valdirene Costa, a luz emitia fachos contínuos, fortes.
"Quem viu e fotografou primeiro foi a cantora Jully (Maria Generosa da S. Hobsbach), hóspede na Salgadeira. Ela diz ter ficado estática quando percebeu que aquela luz parecia se movimentar meio de lado, imobilizando-se por minutos seguidos. Não descia nem subia; ficava lá, parada. Como se observasse o entorno dos paredões. Ou o que acontece nas proximidades".
Valdirene ainda acrescenta que, durante os anos de trabalho ecológico na região da Salgadeira, já assistiu fenômenos parecidos, mas evita mencioná-los por temer que ninguém acredite. "Já vi outras luzes, e até uma espécie de tocha de fogo sibilante, voadora. Algo bem esquisito, como se fosse uma vassoura aérea. Varria as extremidades dos paredões e sumia mata adentro. Muitos viram essa tocha".
Também José Carlos Bazan ("Pardal'), gerente administrativo do terminal, testemunhou a aparição do suposto Objeto Voador Não Identificado (OVNI). "Se era, não sei. Mas que estava lá, estava. Irradiava uma claridade anormal, ofuscante, metálica. Não era avião, posso assegurar. O Sol, observei, se encontrava do lado oposto, no sentido de Cuiabá. E nem lua havia, pra não dizerem que podia ser isso. Ela (a lua) só surgiu mais tarde, em outro ponto. Enquanto a luz ainda continuou por lá, até desaparecer por completo".
O menino Pedro Vithor da Costa, oit o anos, afirma também ter testemunhado o gracioso balé dessa luz, quase imperceptível, que ondulava lateralmente - descreve - após alguns minutos estática nas proximidades do paredão. "Não fiquei com medo. Era uma luz até bonita. Mas ela se movimentava às vezes, dava pra perceber. Só sumiu mais tarde, à noite. Muita gente acampada por aqui viu e a fotografou. Alguns até filmaram".


OBSERVAÇÃO:

NÃO SOU UMA ESTUDIOSA NO ASSUNTO, POREM FAÇO ESTES EFEITOS MUITO BEM, APENAS UM PROFISSIONAL EM FOTOGRAFIA PODERÁ DIZER QUE O OBJETO ANALISADO É REAL OU NÃO.

COLOCO MINHAS MONTAGENS:





sexta-feira, 28 de maio de 2010

ENDORFINA

A endorfina é um neurotransmissor, assim como a noradrenalina, a acetilcolina e a dopamina, e é uma substância química utilizada pelos neurônios na comunicação do sistema nervoso. É um hormônio, uma substância química que, transportada pelo sangue, faz comunicação com outras células.

Sua denominação se origina das palavras "endo" (interno) e "morfina" (analgésico).

As endorfinas foram descobertas em 1975. Foram encontradas 20 tipos diferentes de endorfinas no sistema nervoso, sendo a beta-endorfina a mais eficiente pois é a qual dá o efeito mais eufórico ao cérebro. Ela é composta por 31 aminoácidos. A endorfina é produzida em resposta à atividade física, visando relaxar e dar prazer, despertando uma sensação de euforia e bem-estar.

Efeitos principais das endorfinas:

Pesquisas recentes

Atualmente sabemos que a endorfina é produzida na hipófise e liberada para o sangue juntamente com outros hormônios como o GH (hormônio do crescimento) e o ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) que estimula a produção de adrenalina e cortisol.

Nos últimos trinta anos autores como Harber & Sutton, McGowan , Shyiu , Hoffmann e Heitkamp muito contribuíram para o que hoje se conhece sobre endorfina.

Estudos recentes apontam que a endorfina pode ter tanto um efeito sobre áreas cerebrais responsáveis pela modulação da dor, do humor, depressão, ansiedade como pela inibição do sistema nervoso simpático (responsável pela modulação de diversos órgãos como coração, intestino etc...). Elas podem também regular a liberação de outros hormônios. Provavelmente parte da capacidade da acupuntura em aliviar a dor seja devida ao estímulo da liberação de endorfinas. Uma vez estimulados pelas agulhas nos terminais nervosos ("pontos") é gerado um impulso para aumentar a liberação de neurotransmissores no complexo supressor de dor, ou seja, é produzido o efeito analgésico na região cerebral.

O consumo de chocolate e pimenta também estimula a produção de endorfina. A endorfina também é liberada após aproximadamente 30 minutos de exercícios físicos aeróbicos, como por exemplo uma leve corrida.


Pesquisa:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Endorfina

Ps.:  Assistindo a propaganda do Tênys Olimpics, lembrei que esqueci de mencionar a endorfina, ao tema abaixo, então... em tempo corrigindo o equivoco.

sábado, 22 de maio de 2010

FELICIDADE - A grande busca

               FELICIDADE               
A grande busca.

Será?
Afinal de contas, o que é felicidade?!
Antes de responder essa pergunta, devemos nos perguntar: Baseado em que tipo de conhecimento? Grandes personagens da história da humanidade tentaram descrever a felicidade. Alguns representam, portanto, os conhecimento religioso, popular e filosófico.

MAHATMA GANDHI:
  • “A verdadeira felicidade é impossível sem a verdadeira saúde e a verdadeira saúde é impossível sem disciplina.”
  • “Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.”
ARISTÓTELES:
  • “A felicidade consiste em fazer o bem.”
  • “A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros.”
LEONARDO DA VINCI:  
  • “A felicidade está na atividade.”
SÓCRATES: 
  • “Tudo aquilo que diz respeito à alma quando submetido à razão, conduz à felicidade.”
BUDA: 
  • “Nem a riqueza, nem a beleza fazem a felicidade. Aquele que ama a Verdade e a Justiça, este sim, é feliz.”
VILLA-LOBOS: 
  • “Um povo que sabe cantar está a passo da felicidade.”
CHARLES CHAPLIN:  
  • “Nos últimos vinte anos conheci a felicidade. Quisera escrever sobre isso, porém, é de amor que falo e o amor está acima de tudo que se possa exprimir.  
HENRY FORD: 
  • “A lei natural é a lei de trabalho e só por meio de trabalho honesto há felicidade e prosperidade.”
AIRTON SENNA: 
  • “Preservo meus valores. Eles são o meu alicerce. Mexer no meu alicerce é um risco que não quero correr. Sou feliz assim.”
STUART MILL: 
  • “Aprendi a buscar a felicidade limitanto meus desejos, ao invés de satisfazê-los.”
ALMIR SATER: 
  • “Cada um de nós compõe a sua história. Cada um carrega em si o dom de ser capaz de ser feliz.”
JESUS CRISTO: 
  • “Felizes e benditos são aqueles que ama o Senhor de todo o coração, com toda a alma  com todas as forças e ao próximo como a si mesmo.”
ABRAHAM LINCOLN:  
  • “Quase sempre a maior ou menor felicidade depende do grau da decisão de ser feliz.”
ÉRICO VERÍSSIMO: 
  • “Felicidade é a certeza de que a vida não está passando inutilmente.”
ROUSSEAU: 
  • “A espécie de felicidade de que preciso não é tanto fazer o que quero, mas não fazer o que não quero.”
TALES DE MILETO: 
  • “A felicidade do corpo consiste na saúde, e a do espírito, na sabedoria.”
LUIZ BORGES: 
  • “Uma forma de felicidade é a leitura.”
TEILHARD DE CHARDIN: 
  • “Matéria, Vida e Energia: são as três colunas de minha visão e de minha felicidade interior.”
AUGUSTO COMTE: 
  • “Viver para os outros é não somente a lei do dever como da felicidade.”
PASCAL: 
  • “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros mais felizes.”
DEMÓCRITO: 
  • “Quem faz o homem feliz não é o dinheiro e sim a retidão e a prudência.”
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE: 
  • “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.”
MACHADO DE ASSIS: 
  • “Dinheiro não traz felicidade – para quem não sabe o que fazer com ele.”
SIGMUND FREUD: 
  • “A felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.”
ALLAN KARDEC: 
  • “A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros.”
FRIEDRICH NIETZSCHE: 
  • “Não é a força mas a constância dos bons resultados que conduz os homens à felicidade.”
MÁRIO QUINTANA:  
  • “Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.”
PAULO COELHO: 
  • “A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.” 



    Para representar o conhecimento CIENTÍFICO, fui em busca de algo que pudesse –  senão fechar uma tese – pelo menos, apresentar uma possibilidade.

    Todos sabemos que o CÉREBRO é a máquina-chefe do nosso organismo. Se andamos, comemos, rimos ou choramos , é porque ele nos possibilita a tal.  E como toda máquina, ele precisa de um motor e combustível para funcionar. Pode-se dizer que esse motor são os neurônios e o combustível, os neurotransmissores.

    NEUROTRANSMISSOR
    Substância química produzida em uma célula do cérebro, o neurônio. É  capaz de conduzir e transmitir uma informação de um neurônio a outro, ou seja, é como um telefone para comunicação entre os neurônios. Essa comunicação se chama sinapse.

    Os neurotransmissores são o combustível para o cérebro realizar determinadas funções.

    Os clássicos são: acetilcolina, as catecolaminas (dopamina, adrenalina e noradrenalina) e, a artista principal, a serotonina.
    SEROTONINA
    Substância que implica em depressão,  felicidade, ansiedade e tranqüilidade e em outras diversas áreas do comportamento - como agressividade, raiva, irritabilidade.  Participa também de outras funções do organismo, como apetite, controle de temperatura, sono, náusea e vômitos, sexualidade e, é muito importante no sistema de dor.

    Ela é sintetizada no cérebro e no tubo digestivo e armazenada em plaquetas e no sangue.  Muitos remédios são usados para repor a serotonina no cérebro, no combate a diversas doenças.
    Ex: os antidepressivos.


    A SUBSTÂNCIA DA FELICIDADE?
    Importante ressaltar que para a ciência a serotonina não é a causa única e determinante da FELICIDADE. Ela apenas colabora para nosso organismo se sinta bem, em harmonia entre corpo e  mente.  
    Porém, existem diversos  outros fatores que impedem essa determinação final. Estresse, distúrbios psicológicos, doenças – inclusive físicas – os próprios problemas cotidianos e a infindável inquietação dos seres humanos com a vida.
    Portanto, torna-se praticamente impossível conceituar a tão aclamada FELICIDADE. Sabemos que a buscamos. Sabemos que  conceito existe, pois o criamos, o verbalizamos. Porém, ainda mas somos incapazes de descrever uma classificação final. Talvez porque esta não exista. Reportando-nos à  Eistein...

    TUDO É RELATIVO.
    http://flaviaescarlate.blogspot.com/2010/03/conceitos-segundo-os-diferentes-tipos.html



    sexta-feira, 21 de maio de 2010

    Daldegan, um dos homens de Blairo Maggi, armaria esquema para facilitar comércio ilegal de madeira. Janete Riva seria uma das beneficiárias da roubalheira montada à sombra do Governo do Estado



    21/05/2010 - 15:02:00

    Primeiro, veio o escandalo dos máquinários, pondo em xeque a atuação dos secretários de infra-estrutura e de administração, respectivamente, Vilceu Marchetti e Geraldo de Vitto, que acabaram afastados da administraçaõ de Silval Barbosa. Agora, o ex-secretário de Estado de Meio Ambiente, Luiz Henrique Daldegan é o novo executivo da Era Maggi que aparece em situação vexaminosa, preso pela Policia Federal na Operação Jurapari, desencadeada pelo Ministério Público Federal e pela Policia Federal para punir a prática de crimes ambientais no Estado de Mato Grosso.

    O ex-secretario integraria o esquema, montado dentro da Secretaria do Meio Ambiente para facilitar a extração, o transporte e o comércio ilegal de produtos florestais na Amazônia mato-grossense em beneficio de uns poucos espertalhões. Entre estes espertalhões, como dona de terras pretensamente beneficiada pelos esquemas fraudulentos, estaria a primeira-dama da Assembléia, Janete Riva. Os argumentos e as provas reunidas pelo Ministério Público Federal foram robustos o bastante para que o juiz federal Julier Sebastião determinasse as buscas e apreensões e também as prisões.

    Site pesquisa:
    http://paginadoenock.com.br/home/post/6134

    Por ordem do juiz Julier Sebastião, PF faz busca e apreensão em residencia e gabinete do deputado mais processado de Mato Grosso. Janete Riva e assessor do parlamentar são presos pela PF


    21/05/2010 - 10:57:00







    RIVA SOBRE A PRISÃO DE JANETE RIVA 'Isso é um complô politico. Estou sendo vítima de inimigos políticos que me querem ver longe da política
    mato-grossense'



    Nesta manhã, a Policia Federal deflagrou mais uma de suas operações e, desta vez, um dos seus alvos seria o deputado estadual Geraldo Riva - a esquerda, na foto - , presidente da Assembléia Legislativa de Mato
    Grosso e um dos parlamentares mais processados do Brasil, em toda a
    história republicana. A operação, segundo as primeiras informações,
    investiga crime ambiental e Riva estaria sendo procurado para fornecer
    informações. Durante a operação, na manhã desta sexta, de acordo com o
    que informa a TV Centro América, a Polícia Federal prendeu Janete Riva,
    esposa do presidente da Assembleia Legislativa, José Riva. Também foram
    presos o assessor parlamentar Adilson José Figueiredo e engenheiro
    florestal Marcelo Mendonça.


    A Polícia Federal está cumprindo, hoje, 91 mandados de busca e apreensão e 91 mandados de prisão preventiva autorizados pelo juiz
    federal Julier Sebastião da Silva, da Primeira Vara Federal em diversos
    municípios de Mato Grosso e nos estados de São Paulo, Paraná, Rio
    Grande Sul e Espírito Santo.
    A ação denominada "Operação Jurupari" tem o objetivo é reprimir a
    extração, transporte e comércio ilegal de produtos florestais na
    Amazônia mato-grossense, principalmente aqueles provenientes do
    interior e entorno de áreas protegidas federais, como Terras Indígenas
    e Parques Nacionais.

    A operação é fruto de cerca de 2 (dois) anos de investigações empreendidas pela Polícia Federal que contaram com intenso trabalho de
    inteligência e pericial realizado pelo órgão. Foram apuradas
    irregularidades praticadas por servidores, engenheiros e proprietários
    em pelo menos 68 empreendimentos e propriedades rurais. Dentre os
    presos, além de madeireiros e proprietários rurais, estão engenheiros
    florestais e servidores públicos da Secretaria Estadual do Meio
    Ambiente (SEMA) que eram responsáveis por produzir e aprovar
    licenciamentos e Planos de Manejo Florestal fraudulentos, necessários à
    legalização e comércio de madeiras extraídas no interior dessas áreas
    públicas.

    Dentre as principais irregularidades constatadas, destacam-se:

    I. Fraudes na concessão de licenciamentos e autorização de desmatamentos, até mesmo no interior de áreas
    protegidas, como Terras Indígenas;

    II. Disponibilidade de créditos florestais fictícios, e que permitem o desmatamento e retirada ilegal de madeira, de áreas não
    documentadas, especialmente de terras públicas e áreas protegidas, como
    terras indígenas, assentamentos do INCRA e unidades de conservação; e

    III. Transporte, processamento e comercialização destes produtos florestais pelas serrarias e madeireiras, as quais recebem o
    produto esquentado com documentação fraudulenta, abastecendo e
    incentivando, portando, todo o esquema.

    Após interrogatório, os presos serão encaminhados ao Sistema Prisional e responderão pelos crimes de formação de quadrilha (288 do CPB);
    corrupção ativa/passiva (arts. 317 e 333 do CPB); furto (155 do CPB);
    grilagem de terras (art. 20 da Lei 4.947); falsidade ideológica (art.
    299 do CPB); inserção de dados falsos em sistema de informática (art.
    313-A do CPB), além de diversos crimes previstos na Lei de Crimes
    Ambientais (Lei 9.605/98).
    A pedido da Polícia Federal, a Justiça Federal em Mato Grosso também
    decretouo seqüestro e indisponibilidade dos bens de todos os
    envolvidos, bem como o afastamento preventivo de todos os servidores
    indiciados. A medida se fundamentou na prova pericial produzida, que
    comprova que, além de diversos dos envolvidos possuírem movimentações
    financeiras incompatíveis com seus rendimentos declarados à Receita
    Federal. O valor mínimo dos danos ambientais causados pelos
    investigados, nestes últimos anos, somado, é de aproximadamente
    R$900.000.000,00 (novecentos milhões de reais).
    Os valores destes danos encontram-se devidamente avaliados e descritos,
    por empresa ou propriedade rural, em quase uma centena de laudos
    periciais elaborados pelo Setor Técnico-Científico da Polícia Federal
    em Mato Grosso. De posse desses dados, a Justiça Federal pôde
    individualizar, para cada um dos investigados, seus ganhos financeiros
    e prejuízos causados ao meio ambiente, decretando o seqüestro e
    indisponibilidade de seus bens.
    O Jurupari aparece nas lendas tupis e também no folclore de tribos
    indígenas das mais diversas procedências. É uma entidade enviada pelo
    Sol para reformar a Terra. É Jurupari quem faz cumprir as leis. Segundo
    a crença, a Jurupari não se pede perdão, não há súplica que o abrande,
    ele exige estrita obediência às leis.




    Riva diz que operação é 'oquestração política' e lamenta prisão da esposa

    Valdemir Roberto
    Da Redação 24 Horas News


    “Isto é um complô político”. É o que acredita o presidente da
    Assembléia Legislativa, José Geraldo Riva, ao falar da Operação
    Jurupari, deflagrada na manhã desta sexta-feira em Mato Grosso e outras
    cidades brasileiras pela Polícia Federal em determinação a 91 mandados
    de prisão expedidos pelo juiz Julier Sebastião da Silva, da Primeira
    Vara Federal. Na operação foram presos a esposa do parlamentar Janeth
    Riva e seu genro Carlos Antônio, o Nino. Riva elogiou a forma como os
    agentes federais agiram em sua residência, mas reclamou que está sendo
    vítima de “inimigos políticos” que o querem ver longe da política
    mato-grossense. “É um viés político. Atingiram pessoas erradas”,
    disparou.

    Apesar da esposa Janeth Riva e do genro Carlos Antônio estarem presos
    na sede da Polícia Federal de Mato Grosso, José Geraldo Riva se dirigiu
    na manhã desta sexta-feira para a Assembléia Legislativa e disse ter se
    surpreendido com a ação federal em sua residência. “Eu estava me
    preparando para sair de casa e viajar para Colíder quando a Polícia
    Federal chegou”, disse. Segundo o parlamentar, os agentes apresentaram
    mandado de busca e apreensão de crime ambiental contra sua esposa e seu
    genro. “Minha casa foi vasculhada, encontraram duas armas com registro,
    R$ 25.600,00 que meu genro havia sacado na quinta-feira em uma agência
    bancária para pagar os funcionários de sua fazenda em Tapurah, dois
    contratos de negócios com um de meus sócios, uma área para colonizar
    terras de terceiros em Santa Cruz do Xingu. Colonização que não foi
    para frente, por problema de invasão de terra. Não deu certo”, explicou.

    O presidente da Assembléia Legislativa disse não ter entendido a razão
    da prisão de sua esposa, a quem afirma ser seu braço direito no
    legislativo mato-grossense e que trabalha de graça. Segundo ele ela tem
    uma fazenda em Juara, a “Paineira” que classifica como ‘exemplo’ de
    propriedade rural. “A fazenda é rara, está toda legalizada, tem licença
    ambiental, a mata é preservada. Eu convido os policiais federais,
    procuradores, juízes, imprensa a ir lá para conferir. Temos até projeto
    de reflorestamento e estamos iniciando a plantação de 35 mil mudas
    nativas. Janeth não participa de crime ambiental, como alegam”,
    reclamou, informando que sua esposa, devido aos afazeres em Cuiabá, não
    vai na fazenda há um ano. “Todo o trabalho é tocado por um
    funcionário”, alega.

    Insistindo que tudo não passa de um “viés político” Riva também
    defendeu seu genro Carlos Antônio. Confirmou que ele tem uma fazendo no
    município de Tapurah e confirmou que Nino, como é chamado pelos
    familiares realiza projetos de manejo florestal de forma legalizada, “é
    um projeto de madeira modelo, tudo legalizado”.

    ADEMAR ADAMS: TJ tem chance de sair da linha de tiro. Tribunal precisa entrar em sintonia com a sociedade e pautar julgamento imediato dos Fichas Sujas de Mato Grosso




    21/05/2010 - 08:33:00

    O Tribunal de Justiça e os fichas sjas
    Por Ademar Adams

    Agora que foi aprovada a lei que veda a candidatura de quem tenha sido condenado por um órgão colegiado da justiça, surge a oportunidade de o nosso Tribunal de Justiça resgatar pelo menos em parte a credibilidade perante a população.
    Pelo que se ouve das conversas com as pessoas, pelo que se lê nos comentários dos sites interativos, o senso comum é que no judiciário todos são corruptos, todos se vendem e que ninguém faz justiça de fato.
    Não compartilho deste pensamento, pois, não gosto de generalizar sobre nenhum grupo social. Na minha vida já cruzei com muitos magistrados e magistradas honestos, idealistas e cumpridores da missão na carreira que abraçaram. É nestes que devemos confiar.
    O nosso Tribunal de Justiça vem sendo bombardeado por denúncias há mais de uma década e nunca foi submetido a uma correição efetiva como a que esta tendo nos dias atuais. Isso graças ao Conselho Nacional de Justiça, instituição reclamada pela sociedade e em boa ora colocada à serviço da boa justiça.
    Sabemos que grande parte dos males que afligem o nosso TJ, tem origem na promiscuidade com o poder legislativo, nas trocas de favores, nem sempre pautadas pela lisura e pelo interesse público.
    Quem não soube do discurso de um desembargador, recentemente aposentado pelo CNJ, numa posse da Mesa da Assembléia, onde perante toda sociedade presente, passou certidão de honestidade a deputados atolados de processos na Justiça? Foi um clímax de promiscuidade explícita, que ainda está no youtube (“ostras e parasitas”) para que quiser ver e ouvir a barbaridade.
    Mas, pode ter chegado a hora da virada no Tribunal de Justiça. E ainda que ele venha sangrar com mais algumas punições que podem acontecer brevemente, o comando atual, nas mãos do desembargador José Silvério, poderá conduzir o nosso judiciário a uma nova e promissora era.

    Estive, recentemente, em duas ocasiões com o presidente do TJ e tive a impressão de ser ele um homem de bem, procurando achar uma luz na escuridão que envolve a instituição. Com seu jeito tímido, com sua calma, e décadas de vivência na carreira, é possível que ache o caminho para tirar o judiciário estadual da linha de tiro.

    A oportunidade está sendo dada agora. Com a aprovação da lei que impede a candidatura dos corruptos condenados, e com alguns processos contra políticos, prontos a serem julgados, o Tribunal precisa entrar em sintonia com a sociedade e colocar na pauta estes processos.

    Acredito que o desembargador José Silvério e os demais pares não podem perder esta oportunidade, de mostrarem para a sociedade que estão ali para fazer justiça. E todos sabem que para que a justiça seja feita, devem começar afastando os corruptos da vida pública do nosso Estado.
    Quero voltar a acreditar no Tribunal de Justiça de Mato Grosso e acredito que este é o desejo de todas as pessoas que acreditam na democracia e no regime republicano. Está nas mãos de José Silvério e demais julgadores, o destino do Judiciário Estadual. A sociedade espera que eles cumpram o seu dever!

    Ademar Adams é jornalista em Cuiabá
    ademar.adams@gmail.com

    Site pesquisa:
    http://paginadoenock.com.br

    segunda-feira, 17 de maio de 2010

    TRANSCENDÊNCIA CORPORAL


     As vezes, os sonhos remetem a uma realidade, que de tão desejada se torna realidade.

    A vivência, da transcendência do ser, quase pouca conhecida por muitos, é uma realidade paralela, onde se pode viver aquilo que desejamos.

    A nossa alma é capaz de sair do corpo, buscar aquilo que mais desejamos e se torna realidade na 4º Dimensão.... 


    A 4º Dimensão, que é a realidade do mundo espiritual, apenas é sentida por quem realmente acredita na transcendência do ser. Somos corpo, mente e espirito, nada mais natural que todos estejam integrados a tudo.

    Quando digo que sou fiel aos meus sentimentos, apenas estou dizendo ... é a partir deles que irei vivênciar as experiências corporeas e extracorporeas, a nossa realidade paralela, a 4º Dimensão, tão bem expressa pela Física Quântica.

    Quando digo que sou feliz solteira, expresso a minha liberdade de experimentar várias emoções ainda não vividas fora do corpo. Preciso estar distante, para que as experiências aconteçam, mas antes tenho que mantem contatos físicos e emocionais, para que está relação seja reciproca e tenha o vinculo do desejo inserido como elo da união.

    São experiências, fieis aos meus sentimentos e fieis aos sentimentos do outro, com apenas um vínculo ... o imenso desejo de estar junto... amar por telepátia, ou melhor, em desdobramento espiritual. 


    Encontro de almas ... apenas para amar.

    Escrito por Cláudia Fanaia Dorst, em 17/05/2010 - Cuiabá/MT 



    Translater:

    Sometimes, dreams refer to a reality which is so desired becomes reality.

    The experience of the transcendence of being, almost little-known by many, is a parallel reality, where you can live what we want.

    Our soul is able to exit the body, seek that which we most desire and becomes reality in the 4th Dimension....

    The 4th Dimension, that is the reality of the spiritual world, is only felt by those who really believe in the transcendence of being. We are body, mind and spirit, nothing more natural that everyone is integrated into everything.

    When I say I'm faithful to my feelings, I'm just saying ... is from them that I will experience the bodily experience and bypass our parallel reality, the 4th Dimension, as well express by Quantum Physics.

    When I say I'm happy single, I express my freedom to experience various emotions have not yet lived outside the body. I need to be apart, so that the experience happened, but I have to keep physical contact and emotional, that is relationship is reciprocal and has the desire to bond as a bond of union uncertainty.

    These are experiences, true and faithful to my feelings to the feelings of others, with only one link ... the overwhelming desire to be together ... love by telepathy, or rather spiritual unfolding. Meeting of souls ... only to love.

    LIGAÇÕES PERIGOSAS: Arcanjo comparece a audiência em processo que investiga empréstimos de empresas fantasmas à Assembléia, comandada por Riva e Bosaipo. José Arimatéia deve sentenciar em 120 dias.



    Arcanjo acompanha audiência de acusação de operações ilegais com AL Esquema funcionava com empréstimo de cheques de empresas fantasmas à AL. Expectativa é que a sentença saia dentro de 120 dias.


    DA TV CENTRO AMÉRICA

    O ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro acompanhou em Cuiabá mais uma audiência judicial, na qual responde como réu. Desta vez no processo em que é acusado de peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e
    improbidade administrativa. Os crimes teriam ligação com os empréstimos feitos à Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

    Com um forte esquema de segurança e com portas fechadas, a bancária Raquel Alves Coelho confirmou na audiência que funcionários da Assembleia Legislativa com frequência trocavam cheques e faziam saques
    de valores altos. O empresário de turismo Horácio Teixeira de Souza Neto também foi testemunha no processo.
    Segundo a acusação, João Arcanjo e outros seis acusados teriam movimentado cerca de R$ 60 milhões entre 1995 e 2002. O esquema funcionava principalmente com o empréstimo de cheques de empresas fantasmas à Assembleia. A defesa justifica que na época a factoring de Arcanjo socorreu o Estado com uma operação financeira legal. "Arcanjo operou com a Assembleia, em função do atraso do duodécimo do governo do
    Estado. Para a Assembleia Legislativa fazer frente às despesas dela, buscou aporte financeiro de outra forma", explicou o advogado de João Arcanjo, Zaid Arbid.

    O processo foi desmembrado porque outros dois acusados, o deputado José Riva e o conselheiro do Tribunal de Contas Humberto Bosaipo, que era secretário e presidente da Assembleia na época, têm foro
    privilegiado e vão responder separadamente. Os dois se pronunciaram anteriormente e disseram que as operações entre a factoring e a Assembleia foram legais.

    Além de João Arcanjo e o diretor da factoring do ex-bicheiro, o atual processo aponta o envolvimento de cinco servidores do legislativo. Os crimes são de apropriação de dinheiro público, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. "A denúncia relata que os cheques eram recebidos da Assembleia Legislativa para pagamentos de empresas inexistentes. Alguns desses cheques eram sacados na boca do caixa do Banco do Brasil, por funcionários da própria Assembleia. E outros eram sacados na Confiança Factoring, empresa que
    na época pertencia a João Arcanjo Ribeiro", informou o juiz José Arimatéia Neves Costa.

    Agora o processo segue para a fase de alegações finais da defesa e acusação. Depois o juiz vai analisar todo o material e a expectativa é que a sentença saia dentro de 120 dias. Depois da audiência, João Arcanjo foi levado para a Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, onde teve autorização para receber visitas. O ex-bicheiro é apontado como o chefe do crime organizado no Estado e de ser o mandante de sete assassinatos. Ele está preso desde 2003.

    A defesa aguarda a resposta da Justiça Federal em Mato Grosso do Sul sobre o pedido de progressão de regime. A justificativa é que Arcanjo já teria cumprido pena suficiente para ganhar a liberdade condicional.
    FONTE TV CENTRO AMÉRICA

    CLIQUE NO LINK ABAIXO E CONFIRA A REPORTAGEM DA TV CENTRO AMÉRICA
    http://rmtonline.globo.com/addons/video_player.asp?em=2&v=19134


    SITE PESQUISA - PAGINA DO ENOCK



    http://www.youtube.com/watch?v=yT02aD0nu4k&feature=player_embedded

    Em editorial, O Estado de S.Paulo repudia censura judicial à imprensa. E lamenta caso chocante de Mato Grosso, onde Justiça impede Adriana Vandoni de escrever sobre Riva e seus 118 processos




    17/05/2010 - 10:17:00
    A luta da blogueira Adriana Vandoni (foto) contra a censura prévia ganhou destaque em editorial do quatrocentão jornal O Estado de S. Paulo. O caso de Vandoni foi lembrado em texto que repudia a mordaça judicial sobre a imprensa. Confira o texto:

    Mais censura prévia

    O Estado de S.Paulo

    Este jornal deixou de ser o único no Estado a ser amordaçado por uma decisão judicial – a que o proibiu em 31 de julho do ano passado de continuar publicando reportagens baseadas nas investigações da Polícia Federal sobre o empresário Fernando Sarney, o filho do presidente do Senado que controla os negócios do clã. A censura prévia acaba de se abater também sobre o Diário do Grande ABC, publicação regional sediada em Santo André.

    O juiz da 1.ª Vara Cível dessa cidade, Jairo Oliveira Júnior, concedeu liminar solicitada pelo prefeito petista de São Bernardo do Campo, o ex-ministro do Trabalho Luiz Marinho, para impedir o matutino de divulgar novas informações sobre um ato da administração municipal que pode ser uma amostra do modo como gere o patrimônio público. O jornal noticiou em 24 de fevereiro que a prefeitura vinha doando para centros de reciclagem carteiras e mesas escolares que estariam em bom estado.

    A matéria incluiu, com destaque, a versão da prefeitura, segundo a qual os móveis não tinham mais condições de uso. Ainda assim, Marinho acionou a Justiça pelo direito de resposta e para ser indenizado por danos morais. Mas, além disso, em um surto censório, requereu a “tutela antecipada” – proibição da publicação de outras reportagens que associem o seu nome ao assunto. Ao acolher o pedido, o juiz impôs ao jornal, em caso de desobediência, multa diária de R$ 500. O jornal recorreu.

    Avalie-se como se queira a relevância do assunto e o montante da multa, o fato é que mais uma vez um juiz tomou uma decisão que “viola frontalmente o espírito e a letra da liberdade de expressão assegurada pela Constituição Federal”, como apontou a Associação Nacional de Jornais (ANJ) na nota em que condenou a sentença. O texto lembra que o primado constitucional da liberdade de informar e do direito de ser informado foi inequivocamente acolhido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) quando derrubou a Lei de Imprensa de 1967, baixada sob a ditadura http://www.prosaepolitica.com.br/wp-content/uploads/2009/12/censura-charge-estad%C3%A3o-FARRELL-300x206.jpgmilitar, portanto.

    Violações dessa natureza ainda são raras, mas apenas uma já seria demais. O pior é que nem todos os casos chegam ao conhecimento da opinião pública nacional. Em Mato Grosso, por exemplo, uma liminar de novembro do ano passado, confirmada há pouco pela 5.ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado, proibiu o blog Prosa e Política, editado pela economista Adriana Vandoni, de tratar das ações civis públicas movidas pelo Ministério Público contra o deputado estadual José Geraldo Riva, do PP. O silêncio imposto à blogueira é tanto mais chocante quando se leva em conta que tais ações chegam a 118.

    No começo do mês, nas comemorações do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, o vice-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, disse que o Brasil está passando de uma cultura restritiva para uma cultura de plenitude da liberdade de imprensa – “e paradoxalmente nos sentimos mal (com isso)”. Relator da ação que aboliu a Lei de Imprensa, Britto interpretou desse modo as decisões tomadas por juízes talvez perplexos com as transformações ocorridas nessa frente de batalha pela liberdade que precede todas as demais, porque sem ela as outras sucumbem.

    No limite, dizia Thomas Jefferson, um dos pais fundadores da democracia americana, é preferível viver em um país sem governo, mas com imprensa livre, do que o contrário. A inviolabilidade da manifestação do pensamento, consagrada na Constituição, é o princípio do qual derivam as liberdades de criação, de expressão e de informação igualmente asseguradas na Carta. Evidentemente, isso não é, nem o Judiciário poderá permitir que venha a ser, um passaporte para o abuso em quaisquer circunstâncias – a injúria, a calúnia, a difamação e a violação do direito à privacidade.

    Dito de outro modo, a liberdade de imprensa não pode ser coibida, mas os que dela usufruem para se dirigir à sociedade devem responder pelas transgressões que tiverem cometido. A censura prévia desfigura essa lógica em que se assenta, afinal, a democracia. A Justiça pode punir, mas não pode silenciar por antecipação. Ao fazê-lo, situa-se objetivamente na contramão da lei e do bem comum.


    FONTE O ESTADO DE S. PAULO


    site pesquisa:


    PAGINA DO ENOCK

    domingo, 9 de maio de 2010

    OLHA O QUE ACONTECE, QUANDO ESTAMOS DEFENDENDO QUEM TRABALHA E PASSA NECESSIDADE

    O Poder Judiciário está de GREVE, não cumpriu com o prometido. Além da Guerra entre os servidores e o Poder. Existe uma guerra pessoal contra a Cláudia Fanaia Dorst... que começou com este comentário.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 07/05/2010 08:04
    Isto aí ROSENWAL... prioridade para quem ganha menos, pois quem ganham melhor, já tem acesso aos "donos do dinheiro". Então não há necessidade e realizar a mesma coisas duas vezes ... retrabalho, só pra
    quem precisa mesmo.

    Fui defender o tal do Estebame, aí vieram as ofensas pessoas, que para mim não é OFENSA É ELOGIO.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 07/05/2010 10:22
    Minha cara ANGELA DIAS... vai passar fome e não pagar as contas, pra ver o que acontece ... vc ganha bem, nem precisar receber a URV, mas
    tem dinheiro, deixa o ESTEBAME falar o que quiser ... está stressado e
    precisa xingar para não ir ao psicologo ou psiquiatra .... XINGAR É O
    MELHOR REMÉDIO PRA QUEM ESTÁ ESTRESSADO COM A BURRICE DOS OUTROS ...
    melhor, vá ao PSIQUIATRA VOCÊ QUE NÃO ENTENDE A ALMA HUMANA. Tá certo
    ESTEBAME... xingue, grite, fale mal ... pois assim vc irá chamar a
    atenção mais rápido do que se passando de SANTA, coisa que muita gente
    não é dentro do PODER JUDICIÁRIO.


    Agora ninguém pode desabafar, que é PROIBIDO DENTRO DO PODER JUDICIÁRIO... A LEI É O SILÊNCIO E A TORTURA PSICOLOGICA ... O QUE FAZ POR UM CARGO, AINDA BEM QUE NÃO QUERO E NUNCA FUI PEDIR NADA A NINGUÉM, PORQUE NÃO É DO MEU FEITIO

    QUE FALTA DE RESPEITO ESTEBAME
    postado em 07/05/2010 10:42
    Ao ESTEBAME: a inveja é um sentimento ruim colega. Se acha que gestor não faz nada, deveria se esforçar um pouco, estudar e buscar uma vaga para voce... mas com certeza, incompetentes como voce, é que
    enfraquece tanto a instituição quanto os colegas, que se veem obrigados a carregar fardos inuteis no trabalho, desdobrando-se para além das tarefas indiviuduais, dar contar dos afazeres dos preguiçosos. São um
    peso morto que bravos têm que carregar por toda uma vida funcional. E quando, espelhados em pessoas como voce, a sociedade critica toda uma classe, sentimos pesar e tristeza, porque, infelizmente, diante da
    incompetencia funcional, os estragos que fazem no ambiente de trabalho é grande e marca profundamente àqueles que merecem respeito, dignidade e honra, atingindo pessoas alheias ao meio, mas que dependem dos nossos serviços e seriedade. Seja coerente consigo mesmo, busque mudanças pessoais ou desocupe o lugar para que pessoas dignas e competentes possam somar junto aos demais servidores, que mesmo em luta por seus direitos, e ao caos que se instalou na justiça, buscam atender aos anseios da sociedade. Enquanto voce cumpre somente e muito mal o seu horario de trabalho, GESTORES fazem horas a mais, inclusive noite
    adentro, finais de semana, feriados, não recebem por isso, e nem ficam se lastimando. Cada gestor é tão digno de receber o que lhe é devido quanto qualquer outro servidor.




    A VERDADE
    postado em 07/05/2010 13:03
    Enock, discordo da Angela Dias, um dos melhores comentários desse assunto JUDICIARIO, fica com o estebame e com poucos , o restante é parente do MARIANUS ou do JOSÉ SIBÉRIO e sua CUpula.

    LIBERDADE DE EXPRESSÃO, deixe que cada um coloque o que pensa e o que deve ser feito, afinal essa Angela aí deve é estar no meio desses nomes que todos sabem que já receberam suas URVs, bem como a marioria dos Desembargadores e Juizes da Capital.

    O PIOR CEGO É AQUELE QUE NAO QUER VER , AQUI DIGO, LER!!!


    maria joana
    postado em 07/05/2010 17:48
    Concordo com voce ESTEBAME em genero e grau... deixa eles passarem fome pra ver o que é bom... esses que te criticam devem ser os que vivem no bem bom do TJ ou então nem de lá são, vai te cata JOÃO vai te cata
    ANGELA DIAS, voces não estão na pele dos servidores que não tem cargos, que recebem o seu mísero salário no fim do mes, que não tem padrinhos nas comarcas e nem no TJ, cuidem da vida de voces que voces ganham mais.


    SÓ PORQUE FALEI AQUILO, O INFELIZ AQUI RESOLVE, ME PERSEGUIR TAMBÉM ... OLHA SÓ SEU COMENTÁRIO, ESTAVAMOS FALANDO DE TRABALHO, O SAULO SANTANA RESOLVEU COLOCAR MINHA VIDA PARTICULAR NA MIRA ... SEMPRE FOI ASSIM NO TJMT ... MINHA VIDA É DOCE NA BOCA DO POVO, QUE ALIAS, NÃO SABEM NADA ... SO COMENTÁRIO MESMO.

    saulo santana
    postado em 07/05/2010 18:08
    O observador foi feliz em seu comentário, essa tal de Claudia Fanaia, quer dar uma de inteligente e só da fora.O pessoal do TJ, sabe quem ela é, boa para brigar com as colegas, é separada e agora arrumou um sobrenome Dorst de alguem que vive nas baladas. Não sei porque a pagina do E cede espaço para ela escrever as suas asneiras.


    É CLARO QUE NÃO TENHO MAIS SANGUE DE BARATA E ESTOMAGO PARA SER HUMILHADA DENTRO DO PODER JUDICIÁRIO E FICAR CALAR ... ESTÁ ÉPOCA JÁ ACABOU... AINDA BEM... FORAM 21 ANOS... ACABOU EM 2008.


    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 07/05/2010 18:44
    SOU RÍDICULA... não me importo, mas tenho amigos que estão passando necessidades, pq tem gente igual a vc, que se precisar fazer conchavos pra sair ganhando, vai sem dó e piedade, ACABA COM O SEU AMIGO... ADORO SER RIDICULA ... POIS A DISCRIMINAÇÃO COMEÇA POR VCS MESMO... COM VCS...
    TÔ NEM AÍ ... o que vem de baixo não me ofende, apenas alimenta o meu orgulho de ter ferido mortamente, falando a verdade... beijos minha amada e querida ...

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 07/05/2010 19:01
    Meu querido SAULO SANTANA ... OBRIGADA PELO COMENTARIO ... dor de cotovelo dói ... né .... Quanto ao meu sobrenome, não é para qualquer um ... DORST... arrumei do meu ex-marido RUI DORST, que por ironia do
    destino, pertence a NOBREZA EUROPEIA...  http://en.wikipedia.org/wiki/Dorset .... beijos .... POSSO NÃO TER NADA, MAS MEUS FILHOS TEM SANGUE AZUL.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 07/05/2010 18:45






    SAULO SANTANA
    postado em 08/05/2010 08:46
    Sinceramente, eu não sabia que na baixada cuiabana tem nobreza e sangue azul . A minha amiga Lucia, disse tem no Pedra 90 e Tijucal, lá quando a pessoa tem problemas mentais ela vira, em todas as castas para
    receber em sonho a nobreza que não existe. Pura utopia de uma pensadora (o).

    Roberto
    postado em 08/05/2010 09:28
    Claudia, vc é outra que esta com processo administrativo no TJ, cria confusão com todos os colegas de trabalho, não regula, e como já dito, todos sabem quem voce é no TJ, portanto, PEGUE SEu BANQUINHO E
    SAIA DE MANSINHO

    JÁ QUE DECIDIRAM PARTIR PARA BAIXARIA, EU COMO BRASILEIRA, EM UM PAIS DEMOCRATICO, POSSO TAMBÉM FAZER AS MINHAS CRITICAS PESSOAS CONTRA O SISTEMA e CONTRA ALGUMAS PESSOAS, PRINCIPALMENTE ONDE SE INICIO O PROCESSO DE PERSEGUIÇÃO CONTRA A MINHA PESSOA.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 10:45
    Meu querido e amado ROBERTO, desde quando tenho problemas no TJMT? Se eu trabalhava 12 horas por dias, cansei de trabalhar ... agora se alguém transou dentro do Poder Judiciário e querem jogar a culpa em mim
    ... tô fora ... VOU SER LOUCA SIM ... processo administrativo bem justo ... muito justo, pois o ERRO FOI DA ALTA CORTE DO JUDICIÁRIO e não meu.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 10:47
    Assessor Juridico com uma funcionária graduada ... e amada por todos... NÃO SOU EU.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 10:50
    Quanto ao banco ... vc está sentado nele e com ela em cima...


    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 11:05
    Pegue a minha ficha funcional ... desde 1987 ... quando o Des. Odiles e Des. Ernani me contratou para ser RECEPCIONISTA. Olhe com cuidado em toda a sua extensão e tome muito cuidado com os detalhes ...
    principalmente aos ELOGIOS ... sempre trabalhei demais ... se fui envolvida em uma trama, deve haver um porque!!! Será que vc não sabe? Ou é mais um comprado para dizer um monte de asneira, apenas com o intuito
    de me fazer a paciência... agradeço muito, pois de mal humor, eu esqueço a minha boa vontade e a paciência ... e detono vcs... QUEM NÃO DEVE NÃO TEME. Como já disse a nobre colega, o que vem de baixo não me
    atingi... Vc não é nada pra mim ... o seu conceito a meu respeito é mera ilusão das pessoas as quais pensam que me conhecem ... PERDERAM.

    Quanto a voltar para o TJMT ... não é a minha intensão e muito menos do Poder Judiciário, já que tem que tapar o SOL com a PENEIRA ... alguém errou gravemente ao me acusar, este alguém deve ser da panelinha
    da ALTA CORTE.

    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 11:20
    Roberto o seu crime é menor, do que a PERSEGUIÇÃO SEM SENTIDOS DESTES EVANGELICOS SEM MORAL QUE ESTAVAM NO PODER NA EPOCA... dá um tempo ... Justiça com as próprias mãos e errar o alvo, ALEM DE CRIME E TOTALMENTE INJUSTO.


    Otavio
    postado em 08/05/2010 16:33
    Agora fiquei curioso Claúdia Fanaia com o seu comentário censurado pelo Enock, p/ ele que é totalmente contra a censura ter te censurado é porque é coisa muito cabeluda, só ele vai ficar sabendo, esse Enock deve
    saber de muitas histórias cabeludas que o povo comenta e que não são publicados por conta da gravidade, espero que esse meu comentário também não seja censurado.


    O JORNALISTA ENOCK ME DEFENDENDO, POIS CONHECE UM POUQUINHO DO MEU TRABALHO E TAMBÉM SABE DA PERSEGUIÇÃO CONTRA A MINHA PESSOA DENTRO DO TJMT:

    Enock Cavalcanti
    postado em 08/05/2010 17:26
    A PAGINA DO E reitera que, neste espaço, todos terão garantido seu direito à livre manifestação desde que, em respeito às normas legais, se identifiquem corretamente, com nome, email e, se possível telefone.
    Comentários feitos por exemplo, por Ademar Adams, Prof Orlando, Claudia Fanaia, Gilmar Bruneto, pessoas que, além de serem conhecidas, assumem aquilo que falam, não tem sofrido qualquer restrição. Viram só: Claudia Fanaia, tão critica por alguns, é um exemplo para todos. Sem medo de ser chamada de ridicula e tal, ela sempre assina e assume o que que escreve. Então, quem se esconde atrás de um pseudônimo, já sabe: você é menos corajoso e menos verdadeiro que Claudia Fanaia! Nos comentários feitos sob pseudônimo, notadamente naqueles casos em que se veiculam acusações e xingamentos, esta PÁGINA se reserva o direito, já que o autor do comentário é uma ficção, de não divulgar estes comentários por agredirem esta regra elementar da comunicação de idéias. Quem, portanto, quem quiser evitar ficar sujeitos aos critérios discricionários cá do Enock (e olha que sou muito condescendente!), por favor, que se identifique corretamente e assuma as opiniões que emite. E parabens à Cláudia Fanaia e a todos que, de cara limpa, ou sob pseudônimo, com coragem total ou ainda vacilando na sua capacidade de ter opiniões e livremente expressá-las, ajudam a fazer esta PÁGINA DO E.


    AQUI A VOZ DA COERÊNCIA - ATÉ QUE EM FIM ... ALGUÉM LUCIDO, POIS O QUE ERA PARA SER UM DEBATE, VIROU PARA A MINHA PESSOA, MOSTRA A REALIDADE DO PODER JUDICIÁRIO, A PERSEGUIÇÃO, DOU O PARABÉNS, POREM NÃO SEI QUEM É:

    Pra que baixaria e barracos aqui? Precisamos de informações.
    postado em 08/05/2010 17:31
    Enock, tava muito bom acessar o seu site para ficar informado sobre o andamento de nossa greve. Porém, o que a gente está vendo aqui é uma chuva de insultos entre Servidores, e não mais as informações de que
    precisamos. Restrinja-se a apenas publicar informações necessárias e produtivas a nós servidores que estamos aflitos por informações. Baxarias e barracos não nos interessa. Falo isso como um alerta, pois certos tipos de comentários publicados aqui desce o nível do seu site, viu? E aos servidores que se insultam, pq vocês não marcam um encontro e falam o que sentem um para o outro, cara a cara. Assim fica mais justo e
    honesto.


    CLÁUDIA FANAIA DORST
    postado em 08/05/2010 18:29
    Caro Enock ... gostaria de ressaltar que não estamos nos insultando, estamos apenas falando a verdade. Quem está escondendo atrás de "pseudo" já está dizendo... EU NÃO FALO A VERDADE, QUERO APENAS
    TUMULTUAR A COISA. Como já sei é apenas para acabar com o movimento, já explico logo a minha situação dentro do Poder Judiciário, para que muitas pessoas entendam o porque da PERSEGUIÇÃO. Caros amigos de luta... VÃO EM FRENTE, POIS NÃO SÃO VOCÊS QUE PRECISAM DEITAR NA CAMA PARA GANHAR UM CARGO.

    postado em 08/05/2010 18:58
    Enock. As vezes não damos a nossa cara a tapas concordo com você. Agora, os comentários dessa tal de Fanaia, que está sendo protegida passou dos limites. Já um montão de asneiras que essa dita cuja
    escreveu, até problemas sexuais que não deve jamais falar porque são de foro íntimo essa mulher disse em seu site. Sinceramente sou uma mulher decente, ela deve ser mulher despudora, perigosa não tem mais o perder
    na vida e aproveita doi seu site para jogar asneiras na sociedade. Sabemos que ela não é bem vista pelas colegas doTJ.Sabemos também que não bate bem da cabeça e que já existe membros do TJ, de olho nessa
    situação ela não pode envolver em nada, se é servidora,tem mais que fica na delae não dar opiniões.Eu não vejo nenhuma servidora decente ter tempo para denegrir imagens de outros. Chega dessa mulher despudorada
    em seu site Enock. A não ser que existe algo na parada !

    (PS.: MULHER BONITA NO TJMT, VIROU SIMONINO DE "PROSTITUTA" ...E "BURRA". Este pessoal está é com dor de cotovelo e morrendo de inveja, que com 42 anos, estou com muita saúde, mas infelizmente, não é pra qualquer um...)

    Marcos
    postado em 08/05/2010 21:33
    Enockkkkkkkkk socorroooo concordo com alguns colegas que acessam sua pagina para ver se tem novidades sobre a greve, conversações finais de semana , algo parecido, daí vem a LOUCA DO TJ, que como já dito,
    conhecida por criar confusões até com o Juiz da Ouvidoria do TJ, além de confusões com colegas de trabalho , realmente, essa Cláudia Fanaia, porque o DORST é ex,nem sei porque ela usa o nome do "coitado", ela
    deveria era estar em tratamento psiquiatrico, responde por processo administrativo e so sabe criar confusões.
    Não queremos ler asneira de gente doida do TJ, queremos noticias do que nos é de direito, e não as maluquices dessa tal de Claudia. Oras bola.Peneira aí Enock cruz credo!

    Otavio
    postado em 08/05/2010 23:37
    Enock tem razão, eu apesar de adorar ler os comentários da Claúdia Fanaia, acho que ela deva se conter nos seus comentários, mesmo eles sendo verdade é bom ter muito cuidado com essa "Panelinha" que se
    instalou na cúpula do TJMT a várias administrações, nós já sabemos do que eles são capazes, Leopoldino do Amaral que o diga. Admiro sua coragem Claúdia, mas é bom vc se cuidar, Mato Grosso ainda é terra de
    ninguém é só vc olhar para os nossos vereadores, prefeitos, deputados da assembléia legislativa e membros do nosso "Glorioso" tribunal de contas do estado que "Fiscaliza" as contas de toda administração do estado,
    sem nos esquecer dos membros do TJMT que está desfalcado em quase um terço de seus membros e ainda com chances de piorar mais a situação com o desenrolar do processo no STJ por venda de sentenças.

    ASSIM MEUS QUERIDOS AMIGOS DO BLOG ... EU A CLÁUDIA FANAIA DORST, ESTOU RESPONDENDO A UM PROCESSO ADMINISTRATIVO PORQUE DISSE VÁRIAS VEZES QUE NÃO GOSTO QUE ME CLAMEM DE CLAUDINHA... para me irritar continuaram a me chamar... coisa de PODER PÚBLICO, POIS NÃO TINHA NADA PARA JUSTIFICAR A PERSEGUIÇÃO CONTRA, O MEU PONTO FRACO ERA ESTE... que se for colocar na balança, me irritaram sim ... mas isto foi feito de caso pensado e mandado.

    Chamem de "vagabunda", "despudorada", de "doida", de "louca", não me importo ... mas meu sangue ferve quando me chamam de "Claudinha" ... a não ser algum verdadeiros amigos que sei que vem do coração, o resto é pra me IRRITAR DE VERDADE... Isto se chama - ASSEDIO MORAL por parte dos GESTORES, pois sei que isto parte deles... e as "falacias" entre eles é sua arma principal... AGUA MOLE EM PEDRA DURA, TANTO BATE ATÉ QUE FURA.

    A MINHA PACIÊNCIA JÁ SE FOI HÁ MUITO TEMPO ... TANTO QUE MUDEI MINHA VIDA POR CAUSA DAS FALÁCIAS DENTRO DO TJMT... O QUE TINHA QUE PERDER JÁ PERDI ... SÓ FALTA TIRAREM A MINHA VIDA, O QUE JÁ TENTARAM CONTRA MIM E MEUS FILHOS.... COMO DISSE O OTÁVIO... CONHECE A TURMA.

    DEPOIS DE MUITOS ANOS, A VIDA DENTRO DO TJMT VIROU INSUPORTÁVEL... POR ISTO A LICENÇA, NÃO TEM COMO CONVIVER COM PESSOAS QUE TE ODEIAM MORTALMENTE, QUE EXTRAPOLOU A VIDA PROFISSIONAL E INVADIRAM A MINHA VIDA PESSOAL. PERSEGUEM ATÉ NO COLÉGIO DOS MEUS FILHOS ... NOS LUGARES QUE FREQUENTO ... ATÉ NO BANHEIRO.

    ISTO NÃO É NORMAL ... É IRRACIONAL E SEM LÓGICA, SÓ PRA ME IRRITAR... JÁ PENSARAM UMA COISA DESTA ... SER OBJETO DE PERSEGUIÇÃO, SÓ PQ ALGUEM PENSOU QUE EU ESTAVA "TRANSANDO" DENTRO DO PODER JUDICIÁRIO. Mesmo que tivesse, não precisava tanto... era SÓ ABRIR UM PROCESSO ADMINISTRATIVOS COM AS PROVAS, QUE NÃO EXISTEM... POIS NÃO FIQUEI COM NINGUÉM DENTRO DO PODER JUDICIÁRIO.


    ACHEI ESTE TEXTO POR AÍ ... NA INTERNET:


    Cláudia chegou a uma conclusão.
    -
    ´Por favor não me idealize, assim vc ta fadado ao deslize.
    Verdade seja dita, nada mais me irrita do q essa estupidez!
    É melhor vc ter certeza, tô longe de ser a madre Tereza...
    Não pise no meu calo, ou viro o bicho e falo o que não quer ouvir!´


    sexta-feira, 7 de maio de 2010

    Desembargador é homenageado como "magistrado de escol, culto, sério, diligente e consciente em relação aos seus posicionamentos"



    ABRE-SE MAIS UMA VAGA: Leônidas Monteiro começa a se despedir do TJ. Desembargador é homenageado como "magistrado de escol, culto, sério, diligente e consciente em relação aos seus posicionamentos"








    06/05/2010 - 16:14:00

    TURMA DE CÍVEIS REUNIDAS

    Sessão é marcada por homenagem a desembargador


    A sessão matutina da Segunda Turma de Câmaras Cíveis Reunidas de Direito Privado, realizada nesta quinta-feira (6 de maio), foi marcada por manifestações e palavras de reverência e agradecimento ao desembargador Leônidas Duarte Monteiro, que conduziu pela última vez a sessão colegiada antes de sua aposentadoria, a ser oficializada no fim do mês de maio. Magistrados e servidores se integraram em uma iniciativa surpresa organizada para render homenagens ao desembargador, que se afastará da judicatura após 18 anos de atuação no Tribunal de Justiça de Mato Grosso. O magistrado completará 70 anos no próximo dia 2 de junho, idade limite considerada pela Constituição Federal, em seu artigo 40, parágrafo primeiro, inciso III, alínea “a”, para se manter no serviço público.

    Como de praxe, o desembargador presidiu os trabalhos que consistem na apreciação de recursos interpostos nos autos dos processos que tramitam nas câmaras cíveis da Instituição. No final da manhã, após o cumprimento das pautas previstas para o período, a sessão foi interrompida para a declamação de um pronunciamento por parte do desembargador Sebastião de Moraes Filho. Emocionado, o desembargador dirigiu ao colega palavras de gratidão e reconhecimento pelos seus serviços prestados ao longo da carreira. “É fato público e notório que o desembargador Leônidas, vindo do Ministério Público, transformou-se, como era de se esperar, em um magistrado de escol, culto, sério, diligente e consciente em relação aos seus posicionamentos, e todos nós, indistintamente, aprendemos com ele, como fazer a verdadeira justiça”. Antes de concluir suas palavras, o desembargador Sebastião de Moraes desejou-lhe sorte no prosseguimento de seus projetos pessoais vindouros. “O senhor apenas concluiu um sonho em seu ciclo de vida. Vá à busca de realizar outros sonhos porque ainda está carregado de energia para outras epopéias. Escreveu apenas parte de uma história, complete seu livro”.

    Presente à sessão, o presidente do TJMT, desembargador José Silvério Gomes, tomou a palavra para também homenageá-lo. Em breves considerações, relembrou o fato de ter conhecido o colega em 1987, época em que ocupava a função de juiz convocado no TJMT e Leônidas Monteiro era procurador de Justiça. “Desde então, nós estreitamos nossas relações e meu respeito e admiração somente aumentaram. O senhor, como pessoa e gestor, sempre esteve voltado para a causa pública, para os servidores e a Instituição como um todo”, asseverou.

    As manifestações de apreço foram reproduzidas, seqüencialmente pelos desembargadores Guiomar Teodoro Borges, Carlos Alberto Alves da Rocha, pela juíza substituta de Segundo Grau Marilsen Andrade Addario, e pelo juiz convocado Alexandre Elias Filho.

    Companheirismo – Os servidores lotados no gabinete do magistrado também renderam homenagens ao desembargador Leônidas Monteiro. Na opinião da servidora Myriam Almeida, dentre os vários ensinamentos aprendidos, o desembargador mostrou o caminho do respeito ao ser humano, sem qualquer diferenciação de profissão ou classe social. Já Maria do Carmo Borges de Campos ressaltou a tranqüilidade transmitida pelo desembargador à sua equipe. “Se existe paz em algum lugar, ela está presente no nosso gabinete”, afirmou.

    Após ouvir todas as homenagens, o desembargador Leônidas Duarte Monteiro fez um agradecimento público, destacando que, ao longo de toda a sua carreira, procurou sempre se doar ao máximo a todas as atribuições a ele confiadas. “Fui nomeado para o cargo de desembargador guiado por um ideal, buscando permanentemente a justiça, de forma a fazer o que a sociedade espera de um julgador. Aprendi muito ao longo da minha carreira com os colegas e servidores. Muito obrigado a todos”.

    O desembargador Leônidas Monteiro foi nomeado desembargador em 1992, após 26 anos como membro do Ministério Público Estadual. Foi presidente do TJMT entre 2001 e 2003 e presidente do Tribunal Regional Eleitoral nos anos de 2008 e 2009.

    FONTE COORDENADORIA DE COMUNICAÇÃO DO TJMT


    pesquisa:

    http://paginadoenock.com.br/home/post/5997

    TORNEIO NACIONAL - 2010 - BELÉM DO PARÁ

    Jornal sugere que juiz Bertolucci e promotor Célio Fúrio se juntaram "para acabar " com a trajetória politica de Riva.

    A LIGA DA JUSTIÇA ... SE UNINDO PARA DESTRUIR O MAL.


    07/05/2010 - 09:57:00


    Jornal sugere que juiz Bertolucci e promotor Célio Fúrio se juntaram "para acabar " com a trajetória politica de Riva. Do rombo de 500 milhões que o MPE acusa Riva de ter dado na Assembléia jornal não fala nada



    O jornal CENTRO OESTE POPULAR (antigo MT POPULAR) entrou com tudo nacampanha pró-Geraldo Riva (foto à esquerda). Na edição que está nasbancas, mais uma investida contra o juiz Luiz Alberto Bertolucci,
    responsável pelas cinco condenações do presidente da Assembléia nas mais de 100 ações impetradas pelo Ministério Público Estadual. Nas ações, o MPE - a partir de documentos apreendidos durante a Operação
    Arca de Noé, que desbaratou a quadrilha comandada pelo Comendador João Arcanjo Ribeiro (foto à direita) - aponta a responsabilidade do deputado Riva no desvio de recursos dos cofres da Assembléia que podem
    atingir a cifra astronômica de 500 milhões de reais, em valores corrigidos. As matérias do MT Popular, curisosamente, são assinadas pelo jornalista Haroldo Assunção, que integra a assessoria de imprensa
    da Assembléia Legislativa e visam transformar um dos promotores que processam Riva e o juiz que o vem condenando sistematicamente, em vilões desta história. Será possivel isso? Reproduzo a matéria abaixo,
    para a informação de todos:


    Riva recorre ao CNJ contra juiz Bertolucci
    Haroldo Assunção


    Especial para o CO Popular
    O presidente da Assembléia Legislativa, deputado José Geraldo Riva (PP), apresentou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reclamação disciplinar contra o juiz Luis Aparecido Bertolucci, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular da Comarca de Cuiabá.


    Bertolucci, acusa José Riva, teria usado toda sorte de artimanhas a fim de prejudicá-lo na ação civil pública movida em desfavor do parlamentar em razão de supostas – e nunca provadas – irregularidades em licitações do Poder Legislativo mato-grossense.


    As decisões proferidas pelo magistrado no processo têm por fundamento apenas e tão somente o inquérito civil conduzido pelo Ministério Público Estadual – ou seja, Bertolucci só ouviu a voz da acusação.


    As testemunhas de defesa – em sua maioria, técnicos do Legislativo e servidores que participaram dos procedimentos licitatórios questionados – foram solenemente desprezadas pelo juiz.


    A toque de caixa, Bertolucci dispensou as testemunhas de defesa e prolatou sua primeira decisão condenatória – seis dias após tomar ciência sobre a possível perda de competência para julgar a ação, conforme resultado de sessão do Tribunal de Justiça que avaliaria a eventual inconstitucionalidade da Lei Estadual Complementar n. 313/2008.  ''Admitidas suas ouvidas, pelo magistrado, foram abruptamente impedidas de testemunhar, numa mudança de entendimento inexplicável, numa mudança de critério sem fundamento algum, sem lógica, sem amparo processual, vindo ainda o magistrado no mais absoluto cinismo, para não dizer má-fé, a afirmar que os réus não se desincumbiram de comprovar suas alegações; como provar o que foi impedido, impossibilitado?'',
    questiona o parlamentar na reclamação ao CNJ.

    Circo
    O presidente da Assembléia Legislativa também acusa o juiz de cumplicidade com promotores de Justiça que atuaram no processo – segundo ele, ''é notória e flagrante a amizade do magistrado Luiz Aparecido Bertolucci com o promotor Célio Joubert Fúrio, seu companheiro de viagens e conversas, onde notoriamente a conversa é uma só: acabar com a trajetória política do deputado Riva''.


    A forma como foi feita a intimação da sentença parece confirmar as queixas do parlamentar – foi armado um verdadeiro circo, espetáculo para os holofotes e câmeras de televisão. Numa sexta-feira, pouco mais de 24h após a decisão do juiz, Fúrio e o também promotor de Justiça Gustavo Dantas Ferraz, escoltados por dois
    policiais militares, acompanharam o oficial de justiça à sede do Poder Legislativo – e invadiram a convenção partidária para notificar o deputado.

    Data Falsa
    Mas o pior de tudo ainda estaria por vir. Em 17 de novembro do ano passado a defesa do parlamentar protocolizou o pedido de juntada aos autos de uma auditoria procedida por técnicos do Tribunal de Contas do
    Estado (TCE) – por solicitação do Parquet -, na qual foi reconhecida a licitude de todos os procedimentos licitatórios questionados no processo.


    Sem resposta, no dia 10 do mês seguinte os advogados Alexandre Nery e Mário Ribeiro de Sá foram pessoalmente ao gabinete do juiz pedir a inclusão da prova pericial – e ouviram nova negativa de Bertolucci, que
    recomendou a eles ratificar o pedido anterior.


    Naquele mesmo dia – quando o magistrado tomou conhecimento da auditoria que inocenta o parlamentar – apareceu, surpreendentemente, uma nova sentença – com data retroativa, 13 de novembro. A manobra
    excluiu do processo a perícia do TCE.


    FONTE MT POPULAR


    PESQUISA:
    http://paginadoenock.com.br/home/post/6002