segunda-feira, 9 de maio de 2011

Não tenho medo ... apenas vivo



Não tenha medo da loucura


Do escuro, da solidão

Se o mundo dá tanta volta

Não há tempo de olhar pra trás

Repetindo os velhos erros ...



Tudo que a gente não fez,

E agora lamenta 

Que o passado descanse em paz...



Poema foi pego do facebook, do perfil da Lia Barcellos