sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Que o fim de Gaddafi sirva de exemplo aos ditadores, diz leitor

LEITOR RENATO KHAIR
DE SÃO PAULO (SP)

Mais do que justa e merecida a morte do ditador sanguinário Muammar Gaddafi.
Obama se diz "orgulhoso" de operação da Otan na Líbia
Morte de Gaddafi aumenta pressão sobre outros ditadores árabes
Na verdade, Gaddafi deveria ter sido preso e julgado por seus crimes contra a humanidade pelo Tribunal Penal Internacional, em Haia, Holanda.
Porém como ele não quis se entregar e disse que só deixaria morto o poder, teve o destino que ele mesmo buscou.
Alessandro Bianchi - 9.jul.2009/Reuters
Muammar Gaddafi e Barack Obama se cumprimentam durante encontro na Itália
Muammar Gaddafi e Barack Obama se cumprimentam durante encontro na Itália
Gaddafi permaneceu no poder na Líbia por longos 42 anos, oprimindo seu próprio povo.
Desviou bilhões de dólares do país, amealhando fortuna para si e seus filhos e foi responsável pela prisão, tortura e morte de milhares de líbios.
Asmaa Waguih - 12.out.2011/Reuters
Imagem de Gaddafi em banner semidestruído em Sirte, cidade natal do ditador líbio e onde ele foi morto
Imagem de Gaddafi em banner semidestruído em Sirte, cidade natal do ditador líbio e onde ele foi morto
Que o triste fim de Gaddafi sirva de exemplo e lição para todos os ditadores que ainda insistem em oprimir os seus povos e violar os direitos humanos.
Parabéns ao bravo povo líbio.
*
Para ter seu comentário em destaque na Folha, basta enviar e-mail para os seguintes endereços: leitor@uol.com.br ou leitor.online@grupofolha.com.br. O leitor deve informar nome completo, telefone e os dados residenciais