sábado, 5 de novembro de 2011

FATO INVERÍDICO - foto montada


FOTO CIRCULADA NA INTERNET


FOTO ORIGINAL DO BEBE ...



POR FAVOR ESTE FATO É INVERÍDICO ... 

Ana Maria Fonseca, Diretora do Hospital HMSFX, descartou qualquer registro de nascimento de criança com anomalia congênita nos últimos meses... 

Nasce uma criança com as mãos coladas com mensagem “Jesus está voltando”... ISTO É COISA DE UM LOUCO

O fato ocorreu no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX), em Itaguaí - RJ.
foto internet - não é o original

Nasceu uma criança com as mãos coladas, como se estivesse orando, os médicos perceberam que as mãos da criança estavam grudadas só através da pele, não comprometia veia alguma, e então disseram para os pais que iriam dar uma anestesia para poder operar a criança.
A operação foi muito fácil porque realmente as mãos estavam coladas apenas por uma pele, quando abriram a mão daquela criança estava escrita uma mensagem que dizia:

"JESUS ESTÁ VOLTANDO"


PESSOAS DA CIDADE QUE COMENTAM SOBRE OS FATOS:
“É uma lenda urbana. É uma história que as pessoas ouviram e acabaram acrescentando alguma coisa a ela, assim como acontece naquela dinâmica em que num grupo as pessoas vão passando uma mensagem para outra. A última delas recebe uma informação completamente diferente da original. As pessoas estão tão necessitadas de acreditar em alguma coisa que se apegam a qualquer novidade que aparece”.
Flávia Santos Cardoso
Comerciária, evangélica 
“O assunto foi mais explorado pelos evangélicos, mas acho que o tema pode ser tratado por qualquer religião. Acho que pode acontecer, mas neste caso acredito no que os profissionais do hospital disseram. Se tivesse acontecido seria um milagre”.
Jurema de Souza Heleno
Corretora de seguros, espírita 
“Tudo não passou de história. Até procurei saber disso na internet, mas não achei. E nestes dias não tivemos nenhum caso de nascimento de criança com anomalia”, declarou a diretora, desmentindo a boataria que tomou conta da cidade. A médica comentou que a história teve tamanha repercussão, que até um grande veículo do Rio de Janeiro já procurou o hospital para saber esclarecimentos sobre a suposta ocorrência. “Se existisse a anomalia não tinha por que escondermos”, completou a diretora. 
Os médicos fizeram biópsia na criança?
E os pais do bebê? Alguém os entrevistou para saber “o que estavam sentindo naquele momento”?
Uma notícia dessas teria saído em vários jornais!
Ao buscar por notícias a respeito, tudo o que encontramos são blogs e sites que repetem a mesma história. No site do portal Itaguaí foi noticiado que o tal boato foi tão forte em 2007 que muitos na cidade ficaram preocupados. Não pelo fato, mas pelo boato. Na época, nada foi encontrado de verdade na história!