quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Marchinhas carnavalescas atraíam multidão para centro de Cuiabá


Romilson Dourado



 O carnaval "fervia" na região central de Cuiabá, principalmente nas décadas de 1950 e 1960. A avenida Getúlio Vargas, por exemplo, ficava repleta de foliões, conforme a imagem acima de 1969 do fotógrafo Eurípedes Andreatto, o Nenê. No fundo está o Palácio Alencastro, hoje sede da prefeitura. Contagiados pelas melodias simples e vivas e letras picantes cheias de duplos sentidos, os foliões seguiam o ritmo das conhecidas marchinhas, gênero importado para o Brasil das marchas populares portuguesas e que marcou dos anos 20 aos anos 60, até ser substituído pelo samba-enredo. Já se vão pelo menos 60 anos de uma história que não volta mais.

 




Em frente ao Clube Feminino, que ficava à rua Barão de Melgaço, no centro, dezenas de pessoas se preparam e saem em desfile sobre veículos, como Oldsmobile e Buick, marcando concurso de Fantasia. Imagens de 1951.



No clube Dom Bosco, que ficava à rua Diogo Domingos Ferra, no bairro Bandeirantes, as concorrentes Regina (à esq.), Geysa e Glória posam para fotografia vestidas de havaianas. A disputa era acirrada e empolgava o público.


Fotos: Eurípedes Andreatto/Misc