sexta-feira, 16 de março de 2012

As terras da Amazônia não são fértis

Solo da Amazônia


O solo amazônico é bastante pobre, contendo apenas uma fina camada de nutrientes. Contudo, a flora e fauna mantêm-se em virtude do estado de equilíbrio (clímax) atingido pelo ecossistema. O aproveitamento de recursos é ótimo, havendo o mínimo de perdas.

Um claro exemplo está na distribuição acentuada de micorrizas pelo solo, que garantem às raízes uma absorção rápida dos nutrientes que escorrem da floresta com as chuvas.

Também, forma-se no solo uma camada de decomposição de folhas, galhos e animais mortos, rapidamente convertidos em nutrientes e aproveitados antes da lixiviação.

Tal conversão dá-se pelo fato de os fungos ali encontrados serem saprofíticos.

Pesquisa:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Floresta_Amaz%C3%B4nica




Minha explicação sobre o fato:

O que dá a fertilidade do solo amazônico é o fato que,  com a decomposição de folhas, galhos e animais mortos,  e ABSORVIDOS pelas raízes das árvores, garantindo, assim,  nutrientes para a floresta se manter em pé.

Se houver o DESMATAMENTO,  não há folhas, não há galhos, não há animais, não há nutrientes para o solo, pois é isso que DÁ VIDA A AMAZÔNIA,  sem tudo isto, provavelmente a AMAZÔNIA seria um deserto.


Todo este ecossistema é mantindo, por causa da FLORESTA, não do solo... o solo é pobre em nutrientes e não tem capacidade de manter uma agricultura. SENDO ASSIM  INVIÁVEL,  QUALQUER TIPO DE CULTURA AGRICOLA NESTE SOLO.

Ficheiro:Anavilhanas1.jpg