quarta-feira, 11 de julho de 2012

Estou de mau de Deus? E daí?

Em 2006, alguém estava internado na Santa Casa de Cuiabá, eu costumava visitar, principalmente, na sexta-feira, com o grupo de estudo do Centro Espirita Benedito da Cura, com o Sr. Wilson, fizemos cursos de passe, em 2003, o ano inteiro, para saber lidar com as energias magnéticas, corporais, espirituais... etc ...


Este jovem, muito bonito, me chamou a atenção pela sua belaza física e também pelo bom coração, em alguns minutos a sua família iria saber, que ele estaria falecido, mas a minha intuição disse que ele tinha que continuar vivo.

Eu, Ana Maria e o seu Wilson, invocamos as falanges espirituais e pedimos a proteção divina, NESTE MOMENTO, ELE DEU UM GRANDE SUSPIRO, COMO SE O AR VOLTASSE AO PULMÕES ... ele estava aliviado, por ter voltado, não era a sua hora.

Percebi que os médicos, ficaram supresos com o retorno da respiração, já que afastaram dele, assim que chegamos para fazer orações.

Quero dizer, que uso a CIÊNCIA, para trabalhar com as energias corporeas e extra-corporeas, é claro que não época, tinha tanta fé em DEUS, que jamais imaginaria, que teria que passar por tudo isto, só porque alguém resolveu FAZER O NOSSO PAPEL.

Fique com raiva até de DEUS, como que nós fazendo o bem, poderiamos ser confundidos com marginais e hipocritas.

ISTO ERA INJUSTIÇA .... que DEUS é este que permiti, gente tão má, fazer o que fazem, e não fazer nada... então entendi ... ERA EU QUE TERIA QUE COLOCAR LIMITES A ELES... ESTOU FAZENDO ISTO.



CADA UM, NO SEU QUADRADO.