sexta-feira, 27 de julho de 2012

UFOS em GUARULHOS

Segundo o autor, as máquinas fotograficas comuns não são capazes de REGISTRAR o objeto, apenas a energias emanadas, pela sua capacidade de movimento extramemente ágil ou de outro elemento que é composto, diferente da nossa realidade.

“Das explosões verificadas âs 2h12mim até o UFO sumir no Céu às 2h41mim, passaram-se 29 minutos, sendo 15 de avistamento real”.






“No início, o UFO estava estacionado no Hemisfério SUL, depois seguindo para o rumo SUDOESTE, até desaparecer de vista. Era uma grande esfera vermelha, quase de tamanho de uma lua cheia."





"Emana de dentro uma luz encarnada, mas de modo curioso, não clareava a abódada celeste, não refletiria um halo de luz para fora, como se verifica nas lâmpadas acessa, quando a energia exala e expande ao redor. Isto me deu a idéia de campo eletromagnético."





"Já trabalhei com esse campo na construção de aparelho de telex. Ao distanciar-se, até desaparecer de vista, apareceram 04 luzes, ao seu redor, como se fossem os pontos cardeais da esfera vermelha maior. No grande circulo vermelho, surgiram esfera verde, era maior que as outras quatros ao redor. "



"Ao distanciar-se, o objeto soltou fagulhas de luz amarela, pelo lado do globo. Era totalmente silencioso e muito mais rápido no deslocamento do que a passagem do barulhento avião que registramos em filme.”



"Estimamos que a esfera vermelha tinha uns 15 metros de diâmetro. Mas não sabemos se o que vimos era o ufo inteiro, um halo de luz do módulo propulsor, o campo eletromagnético ou uma materialização de outra natureza. Apenas ficamos com a impressão de que aquilo não era terrestre e de que fomos impelidos para fora de casa com o som das explosões e o odor intenso de 'borracha queimada' (somente dentro de casa)."


Penso eu, que as explosões sejam algo de ordem eletromagnética, que devido a intensidade das energias emanada do Objeto não identificado, causaram algum reação, de ordem material, em algum objeto devido a liberação deste campo eletromagnético, o fato maior é que, somente dentro de casa. Porém, não podemos descartar que certos materiais em contatos com tais forças energéticas, podem sofrer algumas alterações nas suas composições materais.




In Livro: Um vermelho encarnado no Céu – Pedro de Campos – Formado em Administração de Empresas, é especialista em Planejamento, Contratos Públicos e Telecomunicações


ELETROMAGNESTIMO:

No estudo da Física, o eletromagnetismo (AO 1945: electromagnetismo) é o nome da teoria unificada desenvolvida por James Maxwell para explicar a relação entre a eletricidade e o magnetismo. Esta teoria baseia-se no conceito de campo eletromagnético.


O campo magnético é resultado do movimento de cargas elétricas, ou seja, é resultado de corrente elétrica. O campo magnético pode resultar em uma força eletromagnética quando associada a ímãs.

A variação do fluxo magnético resulta em um campo elétrico (fenômeno conhecido por indução eletromagnética, mecanismo utilizado em geradores elétricos, motores e transformadores de tensão). Semelhantemente, a variação de um campo elétrico gera um campo magnético. Devido a essa interdependência entre campo elétrico e campo magnético, faz sentido falar em uma única entidade chamada campo eletromagnético.



A força eletromagnética

A força que um campo eletromagnético exerce sobre cargas elétricas, chamada força eletromagnética, é uma das quatro forças fundamentais. As outras são: a força nuclear forte (que mantém o núcleo atômico coeso), a força nuclear fraca (que causa certas formas de decaimento radioativo), e a força gravitacional. Quaisquer outras forças provêm necessariamente dessas quatro forças fundamentais.


A força eletromagnética tem a ver com praticamente todos os fenômenos físicos que se encontram no cotidiano, com exceção da gravidade. Isso porque as interações entre os átomos são regidas pelo eletromagnetismo, já que são compostos por prótons e elétrons, ou seja, por cargas elétricas. Do mesmo modo as forças eletromagnéticas interferem nas relações intermoleculares, ou seja, entre nós e quaisquer outros objetos. Assim podem-se incluir fenômenos químicos e biológicos como consequência do eletromagnetismo.

Cabe ressaltar que, conforme a eletrodinâmica quântica, a força eletromagnética é resultado da interação de cargas elétricas com fótons.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Eletromagnetismo