sábado, 17 de maio de 2014

Estão tentando alterar os fatos, mas não irei deixar.





Escondendo a identidade dos filhos, já que eles não tem nada haver com as loucuras da mãe. Estas crianças está sendo criada, agora, pois por muito tempo desde o nascimento, foram criados pela avó  NEUZA, que trabalha com vendas de seguros.

Era a sua mãe que cuidava das crianças, até ela retornar a CUIABÁ, com o intuito de colocar um processo de reconhecimento de paternidade, para aparentar um boa mãe, tinha que mostrar a sociedade, que era, ate então, só passava aqui, de vez em quando, para visitar os 2 primeiros filhos, Bruna e Matheus.

Esse Desembargador orientou bem ... mas eu vivi aqui, vivo aqui, há quase 30 anos, apesar de não ter contato com muitos moradores do Araes, eu conheço de vista, muitos.   Não tinha tempo, era FACULDADE e TRABALHO, sempre... depois casei, piorou, TRABALHO E FAMILIA.

Mas mesmo assim, tinha uma visão ampla de tudo, mas nunca me meti na vida alheia, pois não me pertence, só me meto, quando a minha vida foi ou está sendo comprometida, assim ... CONFUSÃO A VISTA  OU NÃO ME CHAMO CLAUDIA CRISTINNE FANAIA DE ALMEIDA DORST.