quarta-feira, 28 de outubro de 2015

MAS UMA FARSA DA GANGUE DAS PIRANHAS

Quem me conhece sabe que a família do meu pai é  de São  Paulo,  que meus pais são falecidos.

Acreditem, descobri que os vizinhos da marcenaria Primor da frente de casa, estão passando como sobrinhos dos meus tios em SP.  A mulher, de cabelos vermelho na marcenaria, não  sou eu, já  mudei de cor, está castanho, com algumas mexas.

Se tem alguém querendo enganar meus tios, tem algo a eaconder. Mas lembre, meus tios me conhecem como a palma da minha mão. Portanto JO ASSUNÇÃO, aquele história  de colocar outra, pra fazer coisas em SP, quando estou lá, não  deu certo, pois estava dormindo na casa dos meus tios, vigiada por Policiais Federais.

Quanto ao Hostel, qur fiquei em São Paulo, também eatava cheio  de Políticas Federais, então esquece em me passar por louca, porque não  sou da sua laia. 

SE OS MARCENEIROS, DA MARCENARIA PRIMOR, RESOLVERAM PARTICIPAR DO ESQUEMA, ISTO É UM PROBLEMA DELES, NÃO MEU.

QUANTO A VC, JO ASSUNÇÃO, ME ESQUECE, NÃO FAÇO PARTE DA SUA VIDA, MUITO MENOS FUI SUA AMIGA.