segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

SENTI SAUDADE MINHA

Lindo dia!!!

Neste dia lindo, percebi o quando estou ausente de mim.

Vivo para os outros, filhos, amigos, trabalho e família. Quanto a mim, eu ando esquecida e ainda não me encontrei.

Saber que vivi até  agora, 47 anos, e que mais da metade do meu tempo, me dediquei aos outros, um dilema complicado... SABER VIVER.

Você percebe que esqueceu da pessoa mais importante da sua vida...  VOCÊ.

Fica se perguntando se valeu apenas esquecer de você, para ser a muleta da vida do outro.

Quando é filho, vá lá, está na Constituição Federal que tenho que cuidar da prole. Os demais é apenas afeição e o intuito de ajudar. Mas o que a diante fazer tudo isto, se você é uma figura transparente na vida de muitos e o mais importante, transparente na sua vida.

Cheguei a esta idade e pensando,  que na vida,   todos devem assumir o papel principal da sua vida. Cada um deve ser o grande protagonista da sua própria vida. Isto é realmente viver.

Vamos dizer, somos ATORES PRINCIPAL DA NOSSA PRÓPRIA VIDA. Pesa dizer isto, mas é verdade.

Bom, alguém vai dizer e Madre Teresa de Calcutá, se dedicou sua vida aos demais e esqueceu da sua própria vida, mas posso te perguntar: 

Meus caros amigos,  qual de vocês tem a intenção de largar sua vida inteira,  para se dedicar aos pobres?

Há exceções em toda regra, neste caso, não sou Madre Teresa de Calcutá, sou Cláudia Fanaia de Almeida Dorst, não escolhi viver para me dedicar inteiramente aos podres, posso fazer isto quando puder,  porém em breves momentos, pois sou um ser humano, acredito que ações de caridade, possa melhorar a  vida de muitos.

Mas não devemos esquecer, que temos a nossa vida para viver e curtir, além das nossas obrigações e deveres, e ninguém pode fazer isto por nós. 

VIVA A SUA VIDA, SE DEDIQUE A VOCÊ.  SEJA FELIZ.

SUA  VIDA É SUA, DE MAIS NINGUÉM.

    Texto: Cláudia Fanaia Dorst    
Foto internet.