domingo, 31 de janeiro de 2016

Nem tudo é para sempre

imagem internet

Permita-se rir e conhecer outros corações. Aprenda a viver, aprenda a amar as pessoas com solidariedade, aprenda a fazer coisas boas, aprenda a ajudar os outros, aprenda a viver sua própria vida. 

- Mario Quintana


Quando vi esta imagem, de uma cerca de metal, em primeiro momento relacionei, a estar só, a viver presa a uma vida sem sentido.

Bom, as vezes, estar só faz parte do processo de mudança, de alterar o nada, pois nada acontece, quando estamos só, aparentemente... aparentemente, nada acontece,  pois as mudanças ocorrem no silêncio da alma.

Como sou formada em Letras, fiz alguns semestres de Literatura Brasileira, onde temos que analisar os textos, e muitas vezes,, imagens e a vida real. e esta imagem, seria tema de analise em sala de aula. 

Dela sairiam muitas analises, cada uma vindo de um ser humano com sua visão de mundo e das suas experiencias, mas a mais comum, seria uma cerca de metal, se desfazendo.

Estar só é um processo de mudança pessoal. 

Quando vi esta imagem, percebi que nem tudo é para sempre, mas pode perdurar por longos anos e as mudanças vem, mesmo que seja lenta. O tempo muda tudo... o tempo é algoz de tudo e todo.

O Tempo vem de forma sorrateira, dizendo,: comigo ninguém pode, nada se esconde e nada se perdura. DO TEMPO NADA SE ESCONDE, TUDO SE MOSTRA.

Bom, não quero aqui, me esconder por estar sozinha, mas digo que é um meio de me transformar e tentar entender tudo. Mas neste exato momento, o TEMPO NÃO PERDOA, ELE VOA, SEM DÓ... e eu ainda, estou só, tentando encontrar as respostas, pois cada assunto que resolvo, surgem outras perguntas, que quero respostas.  COMO TEMPO CORRE... E AS DUVIDAS AUMENTAM.

Estou aqui analisando uma imagem, sabendo que o tempo corre... e as respostas voam e eu ainda não cheguei ao final.

Alguém já encontrou todas as respostas da para sua vida. Eu estou a analisar, mas o tempo voa.

Texto:  Claudia Cristinne Fanaia de Almeida Dorst 
Formada em Letras, Pós-graduada em Gestão nas Organizações e servidora aposentada na área de RH e Treinamento e Desenvolvimento, do TJMT. Iniciando estudo em Programação Neurolinguística e coletando material de pesquisa para o mestrado em Antropologia.







RIVA CRIOU JUIZO E VAI ENTREGAR TODO MUNDO

Caro leitores, todos sabem que josé Riva foi preso, depois de mais 100 processos no Judiciário, porém, nunca andou ou foi julgado, culpando ou inocentando.


PENSO QUE RIVA VAI DISTRIBUIR OS 100 PROCESSOS, COM OS AMIGOS OU CULPADOS. ATÉ QUE ENFIM RIVA, LEVAR A CULPA SOZINHO E FICAR PRESO NÃO É A MELHOR FORMA DE CONQUISTAR ELEITORES... MELHOR DELATAR TODOS E DISTRIBUIR OS ERROS.

HÁ MUITA COISA ERRADA, SENDO ESCONDIDA, MAS AGORA É A HORA, DE FALAR TUDO, É A HORA DE ENTREGAR TODOS PARA QUE SUA PENA SEJA DIMINUÍDA E PELO QUE SEI DELAÇÃO PREMIADA, PODE SALVAR SUA PELE.

É O QUE ESPERAMOS DO EX-NOBRE DEPUTADO ESTADUAL.  ENTREGA TODO MUNDO PARA FEDERAL E FAZER JUSTIÇA.

RIVA VAMOS ESTAMPAR EM TODAS AS PAGINAS DO PAIS, OS NOMES AOS QUAIS O POVO TANTO DESEJA... COM CERTEZA, O POVO IRÁ APOIA-LO NA DELAÇÃO PREMIADA.

Adicionar legenda
SÓ NA ADMINISTRAÇÃO DO DES. PAULO LESSA PROCESSOS CONTRA RIVA COMEÇARAM A ANDAR - Com a possível delação de José Geraldo Riva e o chefão da Assembleia falando de todos os esquemas que teria montado, ao longo dos seus 20 anos de poder, também poderão ser revelados, finalmente, os laços profundos que Riva manteve, nos seus "anos de ouro" com figuras de destaque do Poder Judiciário e do grande empresariado de Mato Grosso. 


Ora, ora, preso devido a delação premiada de Maksuês Leite, articulada pelo promotor Marcos Regenold, José Geraldo Riva estaria prestes a jogar a toalha e fazer ele mesmo uma delação para conseguir se livrar da prisão em regime fechado, tal qual acontece com Arcanjo, há muitos anos. Revelações podem abalar todos os poderes de Mato Grosso e a mídia, reavivando processos do tempo em que Dante de Oliveira e Antero, Blairo Maggi e Pagot, Silval e Pedro Nadaf governavam MT, já que Riva esteve no comando político do Estado por quase 20 anos. Dorileo Leal, já denunciado pelo MP por participação no golpe das gráficas, pode ver ressurgirem questionamentos do Secomgate. Também poder ser revelados, finalmente, os laços profundos que Riva manteve, nos seus anos de ouro com figuras de destaque do Poder Judiciário e do grande empresariado de Mato Grosso

Por Enock Cavalcanti em Justiça dos homens | O outro lado da vida | Um pingo é letra - 30/01/2016 20:52
José Geraldo Riva, com Janaina Riva, filha e herdeira política
José Geraldo Riva, com Janaina Riva, filha e herdeira política
A simples possibilidade já está repercutindo como uma bomba em Mato Grosso: O ex-deputado estadual José Riva, atualmente sem partido e recolhido à prisão, em Cuiabá, está prestes a firmar um termo de colaboração premiada com os Ministérios Públicos Estadual e Federal. Nas últimas semanas, Riva compareceu com seus advogados várias vezes a sede do MPE para manter conversas com os promotores de Justiça e delegados da Polícia Civil.
Sim, o ex-chefão dos deputados-caititus da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, preso devido às revelações e provas levantadas pelo Gaeco do MP-Mt, graças à delação premiada que o promotor Marcos Regenold soube conduzir tão bem com o jornalista e ex-deputado Maksuês Leite, estaria, agora, ele mesmo, disposto a fazer a sua própria delação premiada. O que pode vir a representar, se Riva resolve efetivamente falar de tudo, que a política de Mato Grosso está prestes a ser passada a limpo.
Relembre-se que Riva, alimentado e criado como mito político a partir do governo comandado por Dante de Oliveira e Antero Paes de Barros no final dos anos 90, reinou sobre Mato Grosso desde então. Criado e alimentado por Dante e Antero, o poder de Riva só fez crescer desde então, passando a enfeixar, praticamente, em suas mãos e em suas cadernetas, que podem agora vir a ser abertas, o poder no Estado nos governos seguintes de Blairo Maggi (duas gestões) e Silval Barbosa (duas gestões)
Curiosamente, a noticia sobre a delação foi informada, em primeira mão pelos advogados de Riva ao jornalista Maksuês Leite que, na manhã de sexta-feira, soltou a bomba no seu site O Documento que, a partir de agora, passa a ser uma das fontes a serem consultadas, prioritariamente, sobre este caso. O que se diz é que o procurador Paulo Prado e o MPE já sinalizaram favoravelmente à delação premiada. Porém, estranhamente, o MPF estaria resistente por entender que seria desnecessário diante das provas colhidas pela Polícia Federal na “Operação Ararath” que apura esquemas de lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional.
Será verdade mesmo que o MPF vacila? Como sabemos, a atual geração de procuradores da República que atua em Mato Grosso, diferentemente dos tempos de Zé Pedro Taques e Roberto Cavalcanti, primam pela falta de transparência sobre suas movimentações, são os reis e as rainhas dos segredinhos, sem formar laços profundos com setores da mídia, como se desconfiassem de todo mundo. Diga-me o que fazes e eu te direi quem és. No episódio da invasão da sede do Gaeco-MT e na arremetida de duas procuradoras contra o promotor Marcos Regenold já vimos como o nosso atual MPF mato-grossense é capaz de jogar uma bola fora. Vejam que, depois que o Conselho Nacional do MP inocentou Regenold, não tivemos nenhuma autocrítica das procuradoras locais que fizeram aquela invasão que passará à Historia como uma grande papagaiada.
Vejam que,todas as autoridades possivelmente envolvidas no acordo de delação premiada do Riva evitam falar do assunto. Com a expectativa criada em torno do caso, pergunto eu: por que é que eles não falam, não se abrem, não dão mais detalhes para a cidadania?
Na sexta-feira, falando ao vivo no programa Comando Geral, do Canal 47, indagado pelo Maksuês Leite, eu, Enock Cavalcnati, já dissera que, talvez a contribuição de Riva as investigações seria esclarecer a atuação do atual senador e ex-governador Blairo Maggi (PR) e de vários deputados estaduais numa série de episódios rumorosos, notadamente os investigados pela Operação Ararath.
Temos aí o caso da possível venda de vaga de conselheiro pra o Sérgio Ricardo, denúncia que envolve diretamente a Maggi, ao conselheiro Alencar Soares, ao multiatividades Eder Moraes, que também sonhava com uma vaga no TCE. O que Riva poderá nos contar sobre isso?
Uma série de processos na Justiça Eleitoral, envolvendo uma carrada de políticos, que sempre acabavam sendo engavetados, o que será que Riva tem a dizer sobre isso?
Notadamente sobre aquele caso que motivou o então deputado estadual Chico Daltro a mover uma ação popular em que Riva, Dante, Antero e o empresário Manoel do Presidente, aparecem citados em possível compra de votos que teria até como prova documental um cheque do Bemat, que teria passado pelas mãos de Riva, Bosaipo, Antero e outros mais? Veja no link abaixo a remissão do caso. Será que tudo isso será esclarecido agora?
Será Riva vai falar de sua relação íntima com os poderosos da mídia de Mato Grosso? Contar quando dinheiro ele já injetou em emissoras de televisão, sites e jornais deste Estado? Falar das sociedades ocultas que ele manteria com determinadas empresas de mídia? Dos possíveis laranjas que administram algumas dessas empresas possivelmente em seu nome?
Vejam que uma delação premiada de José Geraldo Riva pode, realmente, mudar a face da política de Mato Grosso.
Enquanto exerceu mandato de deputado estadual, Riva alternou nos cargos de presidente do Legislativo e primeiro secretário, mantendo total controle sobre as licitações e despesas, além de articular politicamente aprovação de projetos considerados estratégicos aos interesses do Executivo e da classe empresarial. A delação premiada de José Riva é uma estratégia jurídica para reduzir pena diante de eventuais condenações nos processos cíveis e criminais que responde na Justiça Estadual e Federal.
No total, são mais de 100 processos no Judiciário do qual figura como réu. Somadas, as penas podem ultrapassar 900 anos de prisão.
Muitos estão relacionados a suspeita de desvio de dinheiro público na Assembleia Legislativa por meio da emissão de cheques trocados nas factorings do bicheiro João Arcanjo Ribeiro, conforme revelado pela “Operação Arca de Noé”, em 2002, operação comandada pelo então procurador da República Zé Pedro Taques, hoje, curiosamente, um parceiro político de nomes como Blairo Maggi e Jayme Campos.
Em 2015, Riva sofreu três prisões preventivas em função da suspeita de desvio de dinheiro do Legislativo. Em fevereiro, foi preso na “Operação Imperador” que apura desvio de R$ 62 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa por meio de fraudes na compra de material gráfico. A segunda prisão ocorreu em julho pela suspeita de orquestrar uma fraude que culminou em desvio de R$ 9,5 milhões em uma ação que deveria liquidar uma dívida do Legislativo com o HSBC Seguros, o que veio a ser revelado na “Operação Ventríloquo”.
A última prisão, que ainda persiste, se deve a “Operação Metástase – Célula Mãe” que apura suspeita de desvio de R$ 1,8 dos cofres do Legislativo por meio de fraudes na verba de suprimentos destinadas ao seu gabinete. Após ter encerrado o mandato de deputado estadual em fevereiro de 2015, Riva perdeu o foro privilegiado, o que levou os processos criminais saírem das mãos dos desembargadores do Tribunal de Justiça para ser encaminhado ao juízo de primeiro grau.
Por conta disso, as ações penais ganharam mais celeridade com a designação de datas de audiência de instrução e julgamento. Oficialmene, os advogados de José Riva negam que o ex-parlamentar tenha a intenção de fazer delação. Mas como Riva tem muitos advogados, alguns estão figurando como fontes que asseguram que a delação efetivamente ocorrerá.
(Com informações de O Documento, TV Cuiabá e Folhamax)


http://paginadoenock.com.br/preso-devido-a-delacao-premiada-de-maksues-leite-articulada-pelo-promotor-marcos-regenold-jose-geraldo-riva-estaria-prestes-a-jogar-a-toalha-e-fazer-ele-mesmo-uma-delacao-para-conseguir-se-livrar-da/


Adicionar legenda

SOBRE MAGGI, ZÉ PEDRO TAQUES NÃO DIZ NADA. SERÁ QUE RIVA FALA? - Na sexta-feira, meio dia, falando ao vivo no programa Comando Geral, da TV Cuiabá, do Canal 47, indagado pelo Maksuês Leite, eu, Enock Cavalcantii, já dissera que, talvez a contribuição de José Geraldo Riva às investigações seria esclarecer a efetiva participação do atual senador e ex-governadorBlairo Maggi(PR) e de vários deputados estaduais numa série de episódios rumorosos, notadamente os investigados pela Operação Ararath. Temos aí o caso da possível venda de vaga de conselheiro para o Sérgio Ricardo, denúncia que, de acordo com investigações do MPF, envolve diretamente a Maggi, ao conselheiro Alencar Soares, ao multiatividades Eder Moraes, que também sonhava com uma vaga no TCE. O que Riva poderá nos contar sobre isso? Será que ele vai mesmo contar? Ou vão calar o Baixinho? Observe-se que, em se tratando de Zé Pedro Taques, o bico segue caladinho com relação a Blairo Maggi. 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

MINHA FILHA CANTANDO ... 16 ANOS...


Não quero ser mãe coruja, mas minha filha já tinha sido selecionada para fazer parte de uma empresa que seleciona talentos para cadastro de ELENCO e MODELOS.

Mas ela foi selecionada para fazer parte do cadastro de ELENCO... agora com mais um dom, canta e toca, fez algumas aulas em uma escola de musica aqui perto.

Para assistir minha filha Gabi, tem que ter facebook, vocês irão amar, a sua nova fase, mais tranquila, antes era Lady Gaga, Paula Fernandes, só vozeirão.


CLICK NO LINK QUE TEM A DATA.
Desarrumada e parecendo um fantasma sim,pq não sou obrigada a me arrumar nas férias. Espero q gostem,beijinhos de luz (que=se)
Publicado por Gabriela Fanaia em Domingo, 17 de janeiro de 2016


Acabei de aprender esse amor de música, espero q gostem,beijinhos de luz
Publicado por Gabriela Fanaia em Quinta, 10 de dezembro de 2015


Espero que gostem, eu sou mãe, mas penso que tem talento, pois ela foi selecionada para fazer parte de uma grande empresa de seleção de talentos do Brasil

Atriz mirim SBT

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

LIBERDADE, LIBERDADE, ABRE AS ASAS SOBRE NÓS...

Imagem - INTERNET

Texto -  Cláudia Fanaia Dorst


Quem me conhece sabe que sou tranquila, mas dizem por aí: pisa no calo, para ver o que acontece.

Penso que todos são assim, quando seus direitos são cerceados, quem não reclama. Não vou reclamar de nada, quando não tenho motivos, mas se tiver motivos, aí gente, sai de baixo, EU SURTO.

Minha mãe Glória amava o carnaval, estou dizendo carnaval com o seu esplendor e suas ousadias, e tinha uma música que amava:

LIBERDADE, LIBERDADE, ABRE ASAS SOBRE NÓS.
SOBRE O CÉU DA IGUALDADE, SEJA FEITA A NOSSA VOZ.

Canto sempre, quando me sentido cerceada e sendo censurada, quando me sinto oprimida e quando quero dizer que SOU LIVRE PARA FAZER O QUE EU QUISER.


LIBERDADE, LIBERDADE, ABRE ASAS SOBRE NÓS.
SOBRE O CÉU DA IGUALDADE, SEJA FEITA A NOSSA VOZ.

O que penso sobre o BBB


O QUE ACHO DO BBB!!!!

Tem muita gente diz que é algo inútil, mas penso que a melhor forma de conhecer a ALMA HUMANA.

Tem gente de todo tipo, de várias classe social, valores e costumes diferenciados., ISTO É UM BASE DE ESTUDO IMENSO.

Acredito que seja um lugar, para os profissionais da área de psicologia fazer analise de comportamento e a influencia da mídia no comportamento humano, e como isto vai se tornando natural, a psique humana, quando isto vai se tornando um habito.

Isto é muito complexo, mas é uma realidade, você vive 24 horas exposta, não dá pra esconder nada, muito menos evitar, já que em algum momento, a gente mostra a nossa parte menos digna.

ISTO É A NOSSA VIDA, ENTÃO PARA QUE DIZER QUE É ALGO INÚTIL.

SERIA INÚTIL SE NÃO PRODUZISSE NENHUM ESTUDO OU SE NINGUÉM ASSISTISSE, MAS SABEMOS QUE AS PESSOAS GOSTAM DISSO. GOSTAM DE VER A VIDA ALHEIA.

Somos assim, gostamos de observar a vida alheia, isto já outro material de estudo para os psicólogos, psiquiatras e terapeutas.

GOSTAMOS DE SABER DA VIDA ALHEIA, FAZ PARTE DA ALMA HUMANA, POIS VIVEMOS EM SOCIEDADE.


E viver em sociedade é conhecer o outro, conhecer o outro é observar seu comportamento, se este comportamento lhe agrada. ISTO FAZ PARTE DA NOSSA VIDA.

Esquece, quem diz que o BBB, é algo perdido e inútil, mas posso dizer que tiramos muito da vida enclausurado dos BBB...

Texto: Cláudia Cristinne Fanaia de Almeida Dorst

Adicionar legenda



Sem falar, para quem gosta de escrever, é bom para criar personagem e fazer uma boa história.



Relacionado ao tema da UOL

http://mulher.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2016/01/21/nao-gostar-de-bbb-nao-torna-voce-mais-inteligente-do-que-ninguem.htm?cmpid=fb-uolent

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

PARTICIPE DA CAMPANHA MUSEUM SELFIE DAY

FOTO E TEXTO INTERNET


Quer conhecer detalhes de algumas das mais bem-sucedidas campanhas digitais no setor cultural e de museus, como ‪#‎MuseumSelfie‬,‪#‎AskACurator‬‪#‎MuseumWeek‬ e ‪#‎LoveTheatre‬?

Na próxima quarta, dia 20, vamos participar de uma ação global chamada Museum Selfie Day. Para recontar nossa trajetória de exposições e acervos de uma forma divertida, que tal relembrar seu espaço preferido no Museu da Língua Portuguesa com uma selfie? Divulgue com a‪#‎MuseumSelfie‬ e participe dessa brincadeira nas redes sociais que envolvem os museus da Secretaria da Cultura e tantos outros pelo mundo. 


Estamos curiosos! Participe! Emoticon smile 


‪#‎museudalinguaportuguesa‬ ‪#‎somostodosmlp‬ ‪#‎museusp‬ ‪#‎culturasp‬

FICA A DICA...


INCLUSÃO LITERÁRIA

ACESSE O BLOG



FRANKLIN CASSIANO DA SILVA: INCLUSÃO LITERÁRIA: Inclusão Literária Página curtida  ·  31 de dezembro de 2015   ·  O projeto Inclusão Literária não irá de...










INCLUSÃO LITERÁRIA


http://inclusao.blogspot.com.br/p/projeto.html

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Sintomas das doencas do mosquito da Dengue

Hora do almoco

Queridos amigos,  que vida, so quem tem animais em casa sabe.

Hora do almoco, e a mesa fica assim... todos querendo almocar juntos comigo.

Cardapio de hoje, bife de contra file com cebolas, arroz branco, feijao e saladas.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Voto de elogio

Encontrei guardado, coisa antiga, quando fui requisitada a Justica Eleitoral.

No TRE-MT fiquei 2004, 2005 e 2006.
De certa forma, aprendi a sair do casulo, quando passei uma temporada na Justica Eleitoral.

Entrei no Tribunal de Justica em 1987, como recepcionista, depois passei em concurso publico em 1990, quando tomei posse.

Acostumamos a nossa vida profissional, quando sai, fui para o TRE, bom,  acharam que abandonei a Justica Estadual, nao foi bem isto, eu apenas estava dando um tempo.

No TJMT trabalhava muito, mas queria conhecer outras forma de pensar, na Justica Eleitora sao mas aberto quanto a forma de pensar, mas as metodologia de trabalho, a epoca, era diferente, no TJMT era bem mais metodico e padronizado, ligado a ISO 9000.

Eu estava acostumada a seguir regras e jamais questionava, trabalhava 12 hs para cumprir metas, nao recebia por isto, quanto no TRE, recebia por trabalhar alem do horario, mas era algo mais lihgt, so muito trabalho.

RECEBI COM MERITO OS VOTOS DE ELOGIO DO DES. BITAR, CUMPRI COM AS OBRIGACOES E ME DEDIQUEI A JUSTICA ELEITORAL.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Especialistas defendem que inteligência emocional deve ser ensinada na escola


Especialistas defendem que inteligência emocional deve ser ensinada na escola

ienaescola
25/DEZ

Cresce lá fora um movimento que defende a ideia de que é possível ensinar inteligência emocional às crianças – sobretudo, no ambiente escolar.
Sentadas em semicírculo, uma porção de crianças de 5 e 6 anos têm à frente uma experiente professora que começa a conduzir a tarefa do dia: “Vocês querem dividir com a turma alguma experiência desagradável que tenha ocorrido aqui ou em casa?”, pergunta. Um dos pequenos toma coragem e conta, meio cabisbaixo, que a mãe costuma gritar bastante e que, por isso, ele acredita que não é amado. “Como você se sente? E como reage ao comportamento dela?”, questiona a educadora. Em seguida, estimula os outros alunos a apresentar sugestões de como lidar com aquele conflito. A dinâmica da aula pode até parecer estranha aqui no Brasil, mas não nos Estados Unidos, onde cresce um movimento em defesa da tese de que as competências socioemocionais – ou, trocando em miúdos, a capacidade de lidar com as situações e as pessoas – podem e devem ser ensinadas na escola. Por lá, não param de pipocar projetos com esse tipo de abordagem. O principal argumento dos partidários dessa ideia é que não se pode ignorar a inteligência emocional porque, além de ser fundamental para o sucesso nos relacionamentos, ela causa impacto significativo no desempenho acadêmico.
Um dos maiores entusiastas da nova tese é o cineasta californiano George Lucas – diretor, produtor e roteirista de blockbusters como Guerra nas Estrelas e Indiana Jones. Tão fã que ele criou a fundação Edutopia, dedicada, entre outras atividades, a apoiar pesquisas na área e a difundir boas práticas. Com outras organizações e educadores, Lucas conseguiu fazer lobby e incluir o tema no currículo de milhares de escolas americanas. “Há métodos realmente capazes de aumentar a consciência sobre as próprias emoções e as dos outros, assim como de ensinar uma pessoa a gerenciá-las de maneira eficaz”, disse a CLAUDIA o psicólogo David R. Caruso, pesquisador da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e coautor de Liderança com Inteligência Emocional (M. Books). “Mas, na escola, essas técnicas precisam estar integradas às demais atividades dos alunos para dar o resultado desejado.”
Em grande parte, o assunto entrou na ordem do dia porque começou a ser encarado como uma forma de combater enormes fantasmas que assustam a sociedade americana, como a violência, o uso de drogas, o bullying e até o suicídio infanto-juvenil. “A maneira como enfrentamos e dominamos as situações do cotidiano é a expressão da nossa inteligência emocional, e é importante que ela seja trabalhada na escola desde cedo”, ecoa no Brasil Lino de Macedo, professor de psicologia escolar e do desenvolvimento da Universidade de São Paulo (USP) e assessor do Instituto Pensi, área de ensino e pesquisa do Hospital Infantil Sabará, em São Paulo. “Mas também é fundamental ter clareza de que há razões inconscientes e hereditárias envolvidas nisso. Os pais devem observar como manejam as próprias emoções porque as crianças pequenas agem por imitação.” Não adianta, portanto, em sala de aula os professores transmitirem conceitos positivos se, em casa, o aluno convive com adultos que não dão bons exemplos.
O impacto no aprendizado
Pesquisas indicam que aspectos emocionais, como autoconfiança e força de vontade, são tão ou mais importantes para o aprendizado do que as capacidades cognitivas: atenção, memória e organização. Uma delas, feita a partir do cruzamento de dados de 35 mil brasileiros inscritos no site temperamento.com.br, foi conduzida pelo psiquiatra Diogo Lara, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS). “Sob esse ponto de vista, é melhor ser alegre e desatento do que atento e desmotivado”, avalia o médico. Outros estudos, como um no Reino Unido que acompanhou os registros de 17 mil crianças durante 50 anos, sugerem que essas características influenciam mais o sucesso pessoal e profissional do que outros tipos de inteligência, como a lógico-matemática e a linguística. Além de mostrar que a propensão a se dar bem na vida é maior entre as pessoas consideradas emocionalmente inteligentes, essas análises também sinalizam que a probabilidade de elas terem casamentos mais duradouros e sofrerem menos de depressão e ansiedade também é maior.
Alguns especialistas acreditam que, se bem conduzidos, projetos que se dispõem a desenvolver a inteligência socioemocional podem, inclusive, ajudar a criar caminhos neurológicos que tornam as crianças capazes de se recuperar mais rapidamente de experiências negativas. Isso porque estimulam o córtex pré-frontal, área do cérebro responsável por planejamento, pensamentos complexos e modulação do comportamento. “Os mais recentes estudos de neurociência comprovam que fatores ambientais modificam o córtex pré-frontal”, ratifica a neuropsicóloga Adriana Fóz. “Daí a importância de trabalhar as emoções positivas das crianças desde a fase pré-escolar.” Adriana é uma das coordenadoras do Projeto Cuca Legal, do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que promove programas para desenvolver as competências emocionais em escolas. As intervenções, feitas por uma equipe multidisciplinar principalmente com os professores e coordenadores, servem para prepará-los para enfrentar melhor as dificuldades de relacionamento e o mau comportamento dos alunos – mas também para que eles atuem como catalisadores desses conhecimentos.
“As escolas não podem se furtar ao papel de ajudar os alunos a reconhecer e administrar suas emoções, solucionar problemas e estabelecer relações interpessoais saudáveis”, afirma a CLAUDIA o americano Maurice J. Elias, professor de psicologia da Universidade Rutgers, em Nova Jersey, e coautor do livro Pais & Mães Emocionalmente Inteligentes (Objetiva). O envolvimento dos educadores nessa tarefa é essencial porque, em geral, as escolas são o primeiro espaço de socialização. “Uma criança confiante, bem-aceita e valorizada certamente estará mais desperta para o aprendizado. Entenderá, por exemplo, que errar faz parte da vida e aprenderá como agir diante de uma dificuldade. Saberá decidir se vai empacar, persistir ou se esforçar”, avalia a psicanalista Claudia Monti Schönberger, coordenadora de equipe clínica do Instituto Sedes Sapientiae, em São Paulo. “Mas criar momentos específicos para tratar disso me parece artificial. Eu acredito que a inteligência emocional é transmitida por meio de atitudes e exemplos.”
Emoções liberadas
Gerenciar bem as emoções, alertam os especialistas, não significa represá-las. A criança precisa encontrar abertura suficiente para sentir medo, angústia, raiva, tristeza, alegria, euforia. Em vez de dizer “não chore” ou “controle-se”, os adultos devem acolher os pequenos, procurar compreender as razões do comportamento deles e ajudá-los a dar respostas adequadas às situações. “Pais e professores têm de ser bons observadores para auxiliar as crianças a autogerir os sentimentos. Mas vale tomar cuidado para não interferir demais, tornando-as dependentes e passivas”, observa Lino de Macedo. Uma das formas mais eficazes de aprender a lidar com isso nessa fase da vida é por meio de brincadeiras. “Estimular o lado lúdico é importantíssimo”, lembra o psiquiatra Diogo Lara. “Até numa atividade simples, como a preparação de um brigadeiro, é possível perceber características como agressividade, introversão e impulsividade e trabalhar para que as crianças pensem em diferentes maneiras de resolver conflitos”, diz ele. Ou seja, elas devem ser estimuladas ao diálogo e à reflexão.
O psiquiatra ressalta que boa parte da saúde emocional da criança é transmitida pela família porque, até os 4 ou 5 anos, o cérebro infantil só tem capacidade para se ocupar dos vínculos mais íntimos. É a fase em que ela aprende a amar e ser amada. Mesmo que frequente uma escolinha, ainda não consegue compreender direito a vida em grupo. A partir dos 6 anos, mais ou menos, é que começa a ter noção do coletivo e, depois dos 7, passa a desenvolver critérios próprios de reação. “Por isso é tão importante observar como a pessoa-referência, em geral, a mãe, age diante das situações”, relata Lino de Macedo, da USP. Se ela costuma se exaltar e gritar, por exemplo, é provável que o filho repita esse padrão. Se privilegia a negociação e a conversa, também. É exatamente por essa razão que Macedo ressalta: “O adulto nunca pode perder a perspectiva educacional na relação com a criança nem partir para o desabafo ou para o revide”.

http://www.escoladainteligencia.com.br/especialistas-defendem-que-inteligencia-emocional-deve-ser-ensinada-na-escola/

Deixe de ser lagarta e BORBOLETE-SE


Não existe no mundo que não mude com uma boa educação.

Um bom professor faz a diferença, pois mesmos para lidar com dispositivos mais sofisticados, e ainda, até estudar por meio da wifi  precisamos passar nas mãos de um bom professor.

A transformação acontece quanto a nossa  mente é estimulada, isto só alguém que estudou para isto, faz um ser humano tirar o melhor de si, ainda somos humanos e precisamos de um professor para lidar com tudo isto. 

Então deixe de ser lagarta, é transforme-se em uma bela borboleta... BORBOLETE-SE.

Deixe alguém ajudar você a sair do casulo, de transformar você em um ser humano inovador e confiante.

TODO PROFESSOR FAZ VOCÊ SAIR DO CASULO E VOAR EM BUSCA DO CONHECIMENTO.

Deixe de ser lagarta e BORBOLETE-SE...   BORBOLETE-SE...



Texto - Claudia Fanaia Dorst
Imagem - Internet

domingo, 10 de janeiro de 2016

Blitz - A Dois Passos do Paraíso "Ao Vivo" HD

Os Paralamas Do Sucesso - Alagados

Recomendações quânticas para viver melhor

Todo começo de ano é um momento oportuno para intencionarmos os nossos desejos alinhados com um sentimento elevado para criar as condições ideias para que a realidade se manifeste a nosso favor e da humanidade como um todo. 

As recomendações quânticas a seguir te ajudarão a te alinhar com um propósito favorável para que a sua vida prospere em todos os níveis e você possa atrair as melhores condições para se transformar numa pessoa melhor a cada dia. Ponha em prática e desfrute desse imenso potencial transformador! 


Se você quer fazer de 2016 o melhor ano da sua vida e construir uma realidade com Saúde, Prosperidade e Empoderamento Pessoal, este conteúdo especial vai te ajudar a colocar em prática estas reflexões: 





Texto e imagem internet Wallace Liimaa

Kid Abelha - Como eu quero (Áudio HQ)





AMO KID ABELHA...

BIQUINI CAVADÃO TIMIDEZ 1986 (Video Original )

Dr. Silvana & Cia - Serão extra (Áudio HQ)

Legião Urbana - Tempo Perdido (ao vivo) Especial

Nenhum de Nós - O Astronauta de Mármore

Humberto Gessinger - Pra Ser Sincero (ao vivo)

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

2016 começou com lucros

QUE VENHA 2016.

Eu coloquei na cabeça que este ano, minha vida financeira, vai dar uma mudada.

Recebi algo do Poder Judiciário, ainda tem algumas coisas a receber. Como já tenho casa e carro, resolvi investir, pois não havia programado nenhuma viagem.

Pois é gente, descobri que se tivesse aplicado meu dinheiro, teria mais dinheiro se tivesse alugado minha casa e ainda teria aumentado meu capital. Só vou fazer isto agora, por meio de aplicação. As vezes, pensamos que adquirir bens é ter dinheiro, mas uma boa aplicação tem o mesmo resultado de uma casa alugada.

A aplicação financeira que fiz.  foi de baixo risco, mas pouco lucro, bem seguro, mas já estou vendo o lucro. Se deixar até o final do ano vou ter um bom rendimento. Gastar, apenas com o necessário este ano.

Vamos as experiencias financeiras, faz muito tempo que deixei de poupar, sempre gastando, sem necessidade, apenas por gastar, agora vamos usar melhor nosso dinheiro suado, de longo anos de trabalho. VAMOS INVESTIR EM APLICAÇÕES FINANCEIRA.

Este ano vou partir para fazer meu dinheiro crescer em um banco. Isto é uma META.





EU ESTOU LUCRANDO EM 2016.




quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

06 de Janeiro 1926

Em 06 de Janeiro de 1926, em MS,  nasceu minha avo  LYZIA MONTEIRO DA SILVA, filha do escritor  da Academia de Letras de MT e MS, FRANKLIN CASSIANO DA SILVA (brasileiro e descendente de ingleses) e da Inglesa AMALIA DORST MONTEIRO DA SILVA (Inglesa, de pai Ingles, Almirante da marinha inglesa,  e mae Portuguesa).

Minha avó LYZIA, por ser filha de Escritor, Jornalista, Teatrólogo e Professor tinha muita cultura, o que para uma mulher, nos anos 30, 40, 50 etc... era considerada uma ousadia e até heresia.

Não preciso dizer que Vovó  Lyzia arrumou muita confusão por ter muito esclarecimentos e conhecimento. Não  tinha papas na língua, era bocuda e enfrentava muita gente.

O carnaval era uma das suas paixões, tive várias  fotos suas nos carnavais de Cuiabá na década  de 40 até início  de 70. Vou procurar tais fotos,tinha algumas.

Amava costurar e fazer as roupas de suas filhas princesas, pois todas vestiam como uma Lady, nisso ela tinah bom hosto e se inspirara nas Divas de  cada época.

Sem contar com sua enorme paixão por futebol,  pelo MIXTO. Como vovó Lyzia arrumava confusão, para defender seu time de coração  também pelo que sei foi uma das sócia fundadora deste timao.

Bom, casada com Vovô NINO, verdadeiro nome Sebastião Fanaia, descendente de marinheiros portugueses viveu toda sua sua ao seu lado, tiveram 6 filhos, Amália Herminia  (nomes das minhas bisavós), Francisco Franklin  (nomes dos meus bisavôs), Glória Lyzia,  Maria Helena, Graccia Maria e Lyzia. (Costume de família ficar repetindo nomes)

Toda a sua vida de casada, ou quase toda, viveu em Cuiabá, ao lado do meu avô  Nino, com seus filhos e veio a falecer a poucos anos, em 2009.

Foto Vovô Nino, Vovó Lyzia, meus tios Francisco, Amália 
e minha mãe Gloria (no colo), 1944.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

2016 já iniciou. ... vamos viver nossa história

Estamos em 2016, primeira segunda-feira.

Como é bom estar aqui, mesmo que as dificuldades sejam grandes, mas é  o desafio que nos move. O que seria da vida sem eles.

COMO AMO UM DESAFIO, É  FALAR PRA MIM:  VOCÊ NÃO VAI CONSEGUI, QUE LOGO COLOCO COMO META A VENCER.

Como o ser humano gosta de desafiar a si mesmo, mas isto é bom, é  neste empate em sonhar e o desafio, que vamos crescendo e evoluindo.

O que seria da vida, todos os dias fossem iguais, seria  um tédio para a maioria da humanidade, porque sei que a maioria gosta de desafiar a si mesmo. 

Este ano, quero estabelecer novos rumos, além dos antigos, que é lutar por mundo mais justo e digno, manter a forma, quero estudar, mas vou devagar, tenho outras prioridades, que são meus filhos.

Acredito que posso fazer do mundo, um lugar melhor, as vezes, preciso discurtir idéias e até ser chata, pois necessito de colocar minhas idéias em prática, nesta hora, minha mente está em execução de projetos, sou chata, preciso focar e seguir adiante.

Espero que todos possam crer nos seus sonhos, pois os sonhos se concretizam quando acreditamos neles. SER OTIMISTA É O PRIMEIRO PASSO.

É planejando cada etapa, cada meta, refazendo o caminho quando algo não saiu do jeito que queríamos, criando novos espaços e vivenciando tudo, além do aprendizado para vida,  deixamos registrados a nossa história.

DESEJO QUE ESTE ANO VOCÊS FAÇAM E ACONTECAM, POIS A VIDA ESTÁ DENTRO DE VOCÊS, NADA MELHOR QUE DEIXAR SUA LUZ BRILHAR.

BEIJOS A TODOS... E VAMOS SER FELIZES.


Bom gente, a idade vai chegando, os cabelos brancos aparecendo muito, o loiro do meu cabelo anda aumentando também,  gradativo,  como os brancos. ... eu não gosto de cabelos brancos... tudo menos brancos... nova era... 

CLAUDIA FANAIA LOIRA E LINDA... ah ah ah.... E PODEROSA.